Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Um ano após lesão, Nadal não quer atrair má sorte
31/05/2017 às 18h31

Espanhol nem quer pensar no problema que o prejudicou no ano passado

Foto: Divulgação

Paris (França) - Garantido na terceira rodada de Roland Garros, Rafael Nadal está de volta à fase do torneio em que precisou abandonar no ano passado por conta de uma lesão no punho esquerdo. O espanhol nem quer falar do assunto para não "atrair má sorte" e garante que está plenamente recuperado.

"Melhor não falar sobre esse tipo de coisa. Não precisamos atrair má sorte", disse Nadal aos jornalistas. "Eu não sinto mais nada no punho há bastante tempo. O tratamento foi bom, então não senti nada de errado com ele desde o início da temporada, o que é uma boa notícia".

Nadal também comemorou o desempenho na partida desta quarta-feira, quando derrotou o holandês Robin Haase por 6/1, 6/4 e 6/3. "Robin é sempre um adversário perigoso, então vencer em sets diretos é sempre uma ótima notícia", comenta.

"Acho que joguei uma partida sólida, batendo bem na bola com o forehand e acho que meu saque funcionou melhor que dois dias atrás e acho que fiz muitas coisas certas nesta tarde".

O espanhol terá na próxima fase um confronto inédito contra o georgiano Nikoloz Basilashvili, 63º do mundo. "O próximo adversário sempre é perigoso porque estamos em Roland Garros e preciso me concentrar em vencer", afirmou sobre o rival que foi semifinalista em Lyon na última semana.

"Há dias em que as coisas vão bem, mas há outros que as coisas não vão tão bem. Mas quando entro em quadra, trabalho para ganhar todos os pontos e tenho profundo respeito por todos os meus adversários".

Comentários