Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Djokovic: 'Preciso de novas formas de me motivar'
31/05/2017 às 16h41

Mudança na equipe e chegada de Agassi ajudaram o sérvio nesse caminho

Foto: Divulgação

Paris (França) - Em uma temporada de altos e baixos, Novak Djokovic vai aos poucos retomando sua confiança e os bons resultados. Após vencer seu segundo jogo em Roland Garros, o atual campeão avalia que recente troca de equipe e a participação de Andre Agassi nos treinos tem sido fundamental.

"Acho que cheguei à uma fase da minha vida, onde eu sempre preciso encontrar novas formas de me motivar e me inspirar. Ter Agassi na equipe e fazer algumas mudanças definitivamente me trazem isso", disse Djokovic.

O sérvio voltou a expressar sua gratidão a Andre Agassi, que o acompanha durante este início de Roland Garros. "Eu simplesmente não posso estar mais agradecido por ter sua presença em minha vida, pessoalmente, e também quando estamos à distância. Isso não importa".

Ele lembra que Agassi também o ajudou em Madri e Roma, trocando mensagens antes e depois de cada partida. "Nós mantemos contato diariamente, conversamos, e ele tem muitas coisas valiosas e sábias para compartilhar comigo, que eu posso usar todos os dias. É ótimo. Fico muito honrado por tê-lo".

Sobre a vitória por 6/1, 6/4 e 6/3 sobre o português João Sousa, Djokovic entende que teve uma leve queda de rendimento na segunda parcial, mas está satisfeito com seu desempenho. "Do meio do segundo set até talvez no meio do terceiro, eu permiti que ele acreditasse mais que pudesse voltar ao jogo. E ele começou a jogar melhor".

"Senti que talvez eu tivesse perdido um pouco o gás. Ele teve oportunidades no terceiro set", avalia o vice-líder do ranking. "Mas o fim e o início da partida foram bons e fiquei mais confortável do que na primeira rodada. Isso é importante", avalia o sérvio que agora enfrenta o argentino Diego Schwartzman.

Comentários