Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Nadal e Djoko disputam o nº 2, Stan corre por fora
29/05/2017 às 12h21

Cada um depende apenas de si para ser vice-líder

Foto: Divulgação

Paris (França) - Se entre as mulheres Roland Garros terá uma batalha pela liderança, depois da queda prematura da alemã Angelique Kerber, entre os homens a disputa no saibro parisiense será pelo número 2. Atual campeão do torneio e vice-líder do ranking no momento, o sérvio Novak Djokovic em seus calcanhares o espanhol Rafael Nadal. 

Descontados os pontos das campanhas do ano passado, Djokovic tem apenas 160 pontos de frente para Nadal e por isso corre sério risco de ser ultrapassado pelo espanhol, que depende apenas de si mesmo, já que os dois se cruzam em uma eventual semifinal. Se o canhoto de Mallorca passar pelo sérvio será o novo segundo colocado na ATP. 

Além da disputa no ranking, Nadal tenta faturar o título de Roland Garros pela décima vez, igualando os feitos do Masters 1000 de Monte Carlo e do ATP 500 de Barcelona, ambos conquistados nesta temporada. Ele estreou bem no torneio e mesmo sem grande brilho conseguiu despachar o francês Benoit Paire em sets diretos. 

Também por 3 a 0 veio a vitória de estreia de Djokovic, que passou sem sustos pelo espanhol Marcel Granollers. O sérvio não tem Nadal apenas como preocupação e precisa também ficar de olho no suíço Stan Wawrinka, que corre por fora nesta briga pelo segundo lugar e também só depende de si, mas entra em Paris precisando somar 470 pontos a mais que 'Nole'.

Um pouco mais atrás, o suíço Roger Federer corre o risco de perder até três colocações. O canadense Milos Raonic é quem ameaça mais o suíço, que também está na mira do croata Marin Cilic e do japonês Kei Nishikori. Correm por fora o austríaco Dominic Thiem, o alemão Alexander Zverev e o francês Jo-Wilfried Tsonga.

Comentários