Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Bellucci marca vitória dramática em Paris
28/05/2017 às 15h00

Bellucci só chegou à terceira rodada de um Slam por quatro vezes

Foto: Divulgação

Paris (França) - Quando a vitória parecia na mão, Thomaz Bellucci viveu um drama em sua estreia em Roland Garros. Depois de perder o primeiro set e sofrer altos e baixos no segundo, abriu grande vantagem em cima do sérvio Dusan Lajovic, 79º do ranking, mas passou a sofrer problemas físicos no começo do quarto set, arriscou tudo e venceu. As parciais foram de 4/6, 7/5, 6/4 e 6/4, sob calor de 30 graus.

Seu adversário de quarta-feira será o cabeçla 16 Lucas Pouille, que ganhou o duelo francês diante do veterano Julien Benneteau, com duro placar de 7/6 (8-6), 3/6, 4/6, 6/3 e 6/4. Bellucci e Pouille jamais se enfrentaram no circuito.

Esta é apenas a segunda vitória do canhoto brasileiro em Grand Slam desde o Australian Open de 2016. Em Roland Garros, soma agora oito triunfos em nove participações, tendo atingido as oitavas de final em 2010. Ao longo da carreira, chega a 23 vitórias em Slam, apenas duas atrás de Fernando Meligeni mas bem atrás de Thomaz Koch (41) e Guga Kuerten (65).

O primeiro set foi o retrato fiel do que tem sido Bellucci nesta temporada: intensos altos e baixos. Começou mal, equilibrou e aí conseguiu recuperar a quebra num game que precisou lutar muito. Mas na hora de sacar para o empate, não acertou nada.

Bellucci voltou bem melhor no segundo set, menos ansioso. Obteve quebra importante, ficou perto de outra e liderou o placar até 5/4. Aí vieram os fantasmas, sacou mal, errou deixada e não fechou. Por sorte, o sérvio também foi irregular. O brasileiro bateu pesado, saltou a 6/5 e finalmente sacou com autoridade.

Então Bellucci embalou. Conseguiu nova quebra no quinto game do terceiro set e se manteve firme o tempo todo. Até chegar ao 5/4. Fez 40-0, ficou apressado e levou sorte ao ver o adversário errar passada fácil. Então sacou firme e finalizou com belíssimo backhand cruzado.

O quarto set foi dramático. O paulista quebrou, fez 1/0 e 40-0, mas repentinamente seu ritmo desabou, perdeu o serviço e pediu atendimento médico. Voltou ainda lento, mas confirmou o saque e tirou outro serviço, indo a 3/2. Manteve até 4/3, mas aí arriscou demais e cedeu o empate. Lajovic no entanto ajudou e voltou a errar tudo. Por fim, Bellucci manteve o saque.

Comentários