Notícias | Dia a dia
Fognini aproveita irregularidade de Murray e vence
16/05/2017 às 18h38

Fognini igualou sua melhor campanha em Roma

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - Atual campeão do Masters 1000 de Roma, Andy Murray não repetiu as boas atuações do ano passado e foi eliminado logo em sua estreia no saibro italiano. O número 1 do mundo caiu diante do italiano Fabio Fognini por 6/2 e 6/4 em apenas 1h33 de partida nesta terça-feira.

O resultado empata o retrospecto entre Murray e Fognini, agora com três vitórias para cada lado. O italiano de 29 anos e 29º do ranking também anotou a décima vitória da carreira contra top 10, sendo a terceira na temporada.

Fognini, que teve como melhor marca no ranking o 13º lugar,
só havia chegado às oitavas em Roma uma vez, há dois anos. Ele agora espera pela partida entre o sérvio Viktor Troicki e o alemão Alexander Zverev em busca de uma inédita vaga nas quartas.

Por sua vez, Murray chegará a Roland Garros acumulando quedas nas oitavas em Monte Carlo e Madri, uma semifinal em Barcelona e uma eliminação na estreia em Roma. Lembrando que o britânico é o atual vice-campeão no Grand Slam francês.

A má atuação de Murray já era aparente nos primeiros games. Acumulando erros não-forçados e presa fácil para jogadas de efeito do italiano, o britânico sofreu duas quebras seguidas e viu o rival abrir 4/0. Fognini enfrentaria apenas um break point e fechou a porta para terminar o set com vantagem por 15 a 5 em winners e apenas cinco pontos perdidos no saque.

Quando o britânico confirmou o serviço na abertura da parcial seguinte, parecia que o jogo teria uma dinâmica diferente. Mas as constantes deixadas, mudanças de direção e devoluções agressivas impostas pelo jogador da casa tiravam do sério o número 1 do mundo, que continuou dando pontos de graça e perdeu cinco games seguidos.

Murray conseguiu bons saques quando já perdia por 5/1. Fognini fez um péssimo game em sua primeira oportunidade de sacar para o jogo, com erros fáceis e duplas-faltas, mas o reencontrou o bom tênis a tempo de aproveitar a segunda chance de eliminar o líder do ranking mundial.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis