Notícias | Dia a dia
Becker quer ver Sharapova mais humilde na volta
21/04/2017 às 10h08

Sharapova voltará ao circuito na próxima semana

Foto: Arquivo

Nottingham (Inglaterra) - A poucos dias de vermos o retorno de Maria Sharapova depois de cumprir os 15 meses de punição por ter sido pega no antidoping com meldonium, foi a vez do alemão Boris Becker falar sobre a volta da ex-número 1 do mundo, durante um evento de pôquer disputado em Nottingham. Ele teve uma abordagem positiva e otimista do assunto, mas cobrou que a russa seja mais legal com as companheiras.

"Eu acredito em segundas chances, mas você tem que aprender com os seus erros. Não é segredo que ela é uma das jogadoras mais impopulares no vestiário e muitas companheiras têm opiniões fortes sobre ela", declarou o alemão. "A questão é como ela vai lidar com isso em seu retorno. Será que irá se comportar como antes? Isso não seria nada bom. Ela será mais amigável e legal com tudo mundo? Espero que sim", acrescentou. 

Becker se mostrou compreensivo com o deslize de Sharapova e espera que ela aprenda uma lição ainda maior do que apenas a questão do doping. "Pessoas cometem erros, é a natureza das coisas. Só espero que ela seja mais legal com as outras jogadoras quando voltar. Ela é ainda jovem e tem muito a melhorar no nível pessoal. No profissional já fechou o Grand Slam e é uma estrela de seu esporte".

Sobre os polêmicos convites dados à russa, Becker defendeu as organizações dos torneios. "Seria insensato os principais torneios não darem convite para uma das jogadoras mais importantes do circuito. Vivemos no mundo dos negócios e não podemos culpar os torneios, mas espero que Maria trabalhe duro para ser uma pessoa melhor do que era no passado", finalizou o alemão.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis