Notícias | Dia a dia
Sá e Paes são eliminados nas quartas em Sarasota
19/04/2017 às 19h54

Sá e Paes caíram para a parceria de Kozlov e Polansky em challenger na Flórida

Foto: Arquivo

Sarasota (EUA) - O mineiro André Sá e o indiano Leander Paes foram eliminados nas quartas de final do challenger americano de US$ 100 mil disputado no saibro de Sarasota. Nesta quarta-feira, Sá e Paes perderam por 6/3, 3/6 e 10-7 para o norte-americano Stefan Kozlov e o canadense Peter Polansky.

Juntos, Sá e Paes possuem só duas vitórias na temporada. Mas o mineiro de 39 anos já venceu um título de ATP em São Paulo, ao lado de Rogério Dutra Silva, enquanto o indiano de 43 anos conquistou o challenger de León, no México, ao lado do canadense Adil Shamasdin.

Depois de criarem três oportunidades de quebra contra o serviço do jovem Kozlov no game de abertura e não aproveitarem, Sá e Paes começaram atrás no placar após uma quebra sobre o indiano. Polansky e Kozlov abriram 3-0 e não perderam o saque até o fim do set.

No segundo set, Sá e Paes foram mais eficientes em suas chances. Ainda que tenham vencido apenas oito pontos no serviço de seus adversários, eles aproveitaram as duas chances de quebra criadas durante a parcial.

O match tiebreak começou favorável a Polansky e Kozlov, que venceram um ponto no saque de Sá e outro no serviço de Paes e lideraram por 4-2 após a primeira virada de lado. A reação viria sobre o canadense, que perdeu dois dos três primeiros pontos jogados em seu saque.

Mas o próprio Polansky aplicou um winner de devolução sobre Sá e o mineiro ainda errou um forehand, deixando os adversários com três pontos de vantagem e mais dois saques. Com uma boa devolução cruzada com o backhand, Sá induziu Kozlov ao erro e reduziu a diferença. A dupla indo-mineira até salvou um match point, mas não evitou a eliminação.

Ex-número 1 de duplas, Paes ocupa atualmente apenas o 53º lugar. Por sua vez, Sá já foi 17º do ranking e está na 50ª posição. Garantidos nas quartas de final, eles enfrentam na próxima fase o norte-americano Stefan Kozlov e o canadense Peter Polansky.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis