Notícias | Dia a dia
Henin discorda, mas entende convites a Sharapova
13/04/2017 às 10h34

Henin tem 7 vitórias em 10 jogos com Sharapova

Foto: Arquivo

Bruxelas (Bélgica) - Ex-número 1 do mundo, a belga Justine Henin foi mais uma que se posicionou sobre os polêmicos convites dados à russa Maria Sharapova em seu retorno ao circuito, depois de cumprir pena de 15 meses por ter sido pega no antidoping pelo uso de meldonium. Ela disse entender a situação, mas se posicionou contra esta atitude.

"A situação é delicada. Infelizmente, os torneios são atraídos pelos grandes nomes e pelo que os jogadores fizeram no passado. Pessoalmente eu não tolero isso", afirmou a belga em entrevisa a DH. "Ela vai terminar sua punição e agora as pessoas vão decidir o que é justo e o que não é. Se ela vai receber apoio eu não sei, mas ela é responsável pela situação", complementou. 

Henin disputou dez partidas contra a russa enquanto estava no circuito e leva a melhor no retrospecto, com sete vitórias e apenas três derrotas. Em finais, a belga venceu duas (Dubai 2006 e WTA Finals 2007) e perdeu uma (US Open 2006).

A ex-número 1 do mundo também falou sobre a boa campanha da Bélgica na Copa Davis, chegando ais uma vez às semifinais do torneio. Henin elogiou bastante o desempenho do compatriota David Goffin e também destacou a presença de Steve Darcis. 

"O que ele tem feito é incrível, compete com os principais nomes do circuito em um momento muito forte na ATP. Também temos que dar o crédito a Darcis, que teve lesões e superou problemas pessoais para estar lá. O time belga fez um ótimo trabalho e pode sim vencer a Davis, pois há muitos fatores, como os mandos de quadra e as ausências", afirmou Henin.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis