Notícias | Dia a dia
Wawrinka: 'Para mim, foi difícil entrar nos pontos'
20/03/2017 às 11h09

Wawrinka sofreu sua 20ª derrota contra Federer

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Antes da final do Masters 1000 de Indian Wells, o suíço Roger Federer afirmou que ia acelerar o jogo para complicar a vida do compatriota Stan Wawrinka. A receita foi utilizada com sucesso e o ex-número 1 do mundo acabou levando a melhor em sets diretos e levantou sua 90ª taça da carreira.

O próprio Wawrinka reconheceu que o jogo acelerado do conterrâneo lhe deu trabalho na decisão. "Ele estava jogando muito rápido, ficou na linha de base e colocava muita velocidade nas bolas dos dois lados. Foi difícil, para mim, conseguir entrar nos pontos", analisou o atual terceiro melhor do mundo. 

"Ele sempre veio com uma resposta para o que eu mostrava. Tive algumas poucas oportunidades e talvez pudesse ter feito melhor nelas, não fiz o suficiente", acrescentou Wawrinka, que apesar de ter sofrido a segunda derrota seguida contra Federer, seu algoz também no Australian Open, se diz contente com os resultados do compatriota.

"Apenas estou cansado depois destes 10 dias. Quero dar os parabéns a Roger, perdi mais uma partida dura contra você, mas torci muito por ele na final na Austrália. Qualquer um que conhece de tênis adora assisti-lo e por isso é sempre bom vê-lo jogando em algo nível. Espero que seja assim por muitos anos", disse Stan em seu discurso dentro de quadra.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis