Notícias | Dia a dia
Rogerinho e Feijão pegam estreias duras no quali
19/03/2017 às 23h09

Feijão perdeu o único duelo que travou com Becker

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Os dois representantes brasileiros no qualificatório para o Masters 1000 de Miami, os paulista Rogério Silva e João "Feijão" Souza não tiveram muita sorte no chaveamento e pegaram estreias duras no início da competição.

Cabeça de chave 4, Rogerinho abre campanha contra o tcheco Lukas Rosol, que atualmente é apenas o 155º do mundo, mas já foi top 30, em duelo inédito. Quem passar vai encarar o vencedor da partida entre o convidado da casa Christian Harrison e o canadense Peter Polansky. 

Feijão entrou no classificatório como o 24º pré-classificado e vai estrear contra o experiente alemão Benjamin Becker de 35 anos. Eles já se enfrentaram uma vez no circuito, no ano passado pelas quartas de final do challenger de Puebla, no México, e o germânico levou a melhor.

Se superar a primeira rodada, o destro de Mogi das Cruzes terá pela frente o vencedor do confronto entre o francês Vincent Millot e o russo Mikhail Youzhny, que entra com todo o favoritismo e figura como o terceiro mais bem cotado na chave. 

Os dois paulistas tentam se juntar ao cearense Thiago Monteiro, que conseguiu um lugar no Masters 1000 de Miami de última hora, e do paulista Thomaz Bellucci, um dos convidados da organização. O quali começa já nesta segunda-feira e a chave principal tem largada na quarta.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis