Notícias | Dia a dia
Federer quer acelerar o jogo na final contra Stan
18/03/2017 às 23h47

Federer tem boa vantagem no retrospecto com Wawrinka

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - A final do Masters 1000 de Indian Wells, que acontecerá neste domingo às 17h (horário de Brasília) terá de lagos opostos os suíços Roger Federer e Stan Wawrinka, conhecidos de longa data e companheiros de Copa Davis, faturando juntos o título de 2014. Toda esta vivência faz com que ambos saibam muito bem o que fazer para enfrentar o compatriota.

Federer acredita que sua agressividade pode fazer a diferença na decisão e por isso pretende apressar o compatriota em quadra. "Tenho um estilo agressivo, está no meu DNA. Jogadores como Stan gostam de um pouco mais de tempo para jogar e vou tentar acelerá-lo um pouco e vamos ver como isso vai funcionar amanhã", analisou o tenista da Basileia. 

"Ele faz um grande trabalho defendendo e depois contra-atacando. Além disso, melhorou muito o seu saque. Quando chega longe nos torneios, sua confiança cresce bastante e fica ainda mais difícil pará-lo", acrescentou Federer, destacando os pontos fortes no jogo do compatriota.

Ao comentar sobre a vitória para cima do norte-americano Jack Sock, na segunda semifinal deste sábado, o ex-número 1 do mundo preferiu dividir a partida em duas, vendo com distinção cada uma das parciais disputadas. "Joguei muito bem mesmo no primeiro set, fui para quadra e estava vendo a bola com clareza", observou o suíço. 

"O segundo set foi mais parecido com o que eu esperava antes da partida começar. Foi difícil devolver os saques pesados de Jack e não consegui quebrá-lo. As coisas ficaram um pouco mais complicadas, mas fico feliz de ter fechado o jogo em sets diretos", finalizou Federer, que tem 19 vitórias e apenas três derrotas contra Wawrinka.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis