Notícias | Dia a dia
Melo vence duelo com Soares e disputa sua 42ª final
17/03/2017 às 22h08

Melo e Kubot disputam a primeira final da temporada e o mineiro luta pelo sexto Masters 1000 da carreira

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Em duelo brasileiro válido pela semifinal de duplas do Masters 1000 de Indian Wells, Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot encerraram uma invencibilidade de sete jogos de Bruno Soares com o britânico Jamie Murray e venceram por 3/6 7/5 e 10-5 para garantirem vaga na decisão do torneio.

Esta foi a vigésima vez em que os mineiros se enfrentaram em torneios de nível ATP, sendo que Soares agora lidera o histórico por 12 a 8. Com as atuais formações, o confronto foi inédito, uma vez que Melo havia passado os últimos cinco anos jogando na maior parte do tempo com o croata Ivan Dodig.

A dupla entre Melo e Kubot tenta o terceiro troféu lado a lado, sendo que eles venceram as duas últimas edições do ATP de Vienna, quando ainda não formavam uma parceria fixa. Os adversários na final de duplas, prevista para não antes das 21h (de Brasília) deste sábado, são o sul-africano Raven Klaasen e o norte-americano Rajeev Ram.

Marcelo Melo disputará a 42ª final de duplas na carreira, sendo a oitava em Masters 1000. Ele possui cinco títulos deste porte, sendo os dois últimos no Canadá e em Cincinnati no ano passado. Ao todo, o mineiro de 33 anos já ergueu 22 troféus na elite do circuito.

Soares e Murray quebraram logo no terceiro game do jogo, que teve duas duplas-faltas de Kubot e fecharam a porta nas três vezes em que foram ameaçados no set inicial até que Murray aplicasse um winner de devolução sobre Melo para fechar o set.

A situação ficou ainda melhor para a melhor parceria da última temporada. Soares e Murray quebraram no sexto game e lideraram por 4/2, mas Melo e Kubot reagiram em grande estilo e venceram cinco dos seis games seguintes para empatar a partida. Destaque para um 0-40 que eles conseguiram reverter quando sacavam para o set.

Em melhor momento na partida, o mineiro e o polonês largaram em vantagem no match tiebreak e logo abriram 3-0. Ainda que permitissem o empate por 5-5, eles conseguiram dois pontos seguidos contra o saque de Bruno Soares e decidiram a disputa no serviço de Melo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis