Notícias | Copa Davis
Fognini vira jogo de 4h e elimina argentinos da Davis
06/02/2017 às 16h45

Fognini conseguiu virar um jogo em que perdeu os dois primeiros sets pela sétima vez na carreira

Foto: Divulgação

Buenos Aires (Argentina) - A reação argentina no duelo contra a Itália na Copa Davis quase resultou em uma virada inédita para o país sul-americano na competição, mas Fabio Fognini foi um gigante e venceu uma partida de 4h15 contra o canhoto Guido Pella por 2/6, 4/6, 6/3, 6/4 e 6/2.

Foi a sétima virada de Fognini vindo de dois sets abaixo. A última havia acontecido no US Open do ano passado contra o russo Teymuraz Gabashvili. O italiano de 29 anos agora tem 18 vitórias e apenas sete derrotas em jogos de simples na Davis.

Atuais campeões da Copa Davis, os argentinos são décimo time eliminado na estreia após ter conquistado o título no ano anterior. O caso mais recente havia acontecido com a Suíça, campeã em 2014 e superada pela Bélgica logo na primeira fase na temporada seguinte.

Depois de ter perdido os dois jogos da sexta-feira, a Argentina tentava reverter pela primeira vez uma desvantagem de 2 a 0 e se tornar a 11ª equipe a conseguir o feito no Grupo Mundial da Davis. Integrantes da elite desde 2002, os argentinos foram às quartas de final em 14 dos últimos dezesseis anos.

Classificados para as quartas de final, os italianos enfrentam a Bélgica fora de casa, entre os dias 7 e 9 de abril. O histórico é favorável à Itália, que lidera por 5 a 3.

A partida entre Pella e Fognini só pôde ser realizada nesta segunda-feira por conta da chuva que atrasou o início da rodada do último domingo e da falta de iluminação artificial na arena montada no Parque Sarmiento, em Buenos Aires. Além disso, o jogo 4 da série entre Carlos Berlocq e Paolo Lorenzi foi ao quinto set.

Pella começou arrasador e venceu os quatro primeiros games, além de fechar a porta nas quatro vezes em que foi ameaçado. O argentino sofreu uma quebra no início do segundo set, mas reagiu imediatamente ao vencer quatro games seguidos e ampliar o placar.

Depois de salvar break points duas vezes seguidas no terceiro set, Fognini conseguiu a única quebra da parcial no oitavo game e diminiu a desvantagem. O quarto set também teve apenas uma quebra, ainda no terceiro game, mas o italiano foi ameaçado cinco vezes. Confiante, Fognini assumiu o controle da partida e venceu os últimos cinco games para sacramentar a virada.

Comentários