Notícias | Copa Davis
Canadá consegue empatar, EUA completa varrida
05/02/2017 às 19h30

Pospisil vence as duas em simples, mas perdeu nas duplas

Foto: Divulgação

Ottawa (Canadá) - Depois de perder a dupla no sábado e entrar perdendo por 2 a 1 no domingo, o Canadá conseguiu se segurar e forçou o quinto jogo contra a Grã-Bretanha. O responsável por dar sobrevida ao time da casa foi Vasek Pospisil, que derrotou Daniel Evans em partida de quatro sets e 3h23 de duração, definida com placar final de 7/6 (7-3), 6/4, 3/6 e 7/6 (7-5).

Pospisil deixa agora a chance da virada nas mãos de Denis Shapovalov, de apenas 17 anos, que enfrentará um rival quatro anos mais velho, o britânico Kyle Edmund, em duelo inédito até então. Quem vencer levará seu time às quartas de final para encarar a empolgada França, que levou a melhor sobre o Japão desfalcado de Kei Nishikori. 

Embora tenha triunfado nas duas partidas de simples que disputou, Pospisil foi derrotado ao lado de Daniel Nestor nas duplas e poderia já ter garantido a vitória canadense na série. Contudo, a forte parceria dos britânicos Dominic Inglot e Jamie Murray levou a melhor e deu vantagem para seu time no último dia de confronto. 

EUA anota 5 a 0 sobre a Suíça

Não deu para os suíços contra os norte-americanos. As ausências de Roger Federer e Stan Wawrinka pesaram muito e a equipe europeia acabou vencendo apenas um set sequer em Birmingham. A equipe da casa, que já havia garantido a vaga nas quartas com o resultado da dupla, entrou em quadra no domingo apenas para concretizar a varrida. 

O primeiro a entrar em quadra foi Sam Querrey, que em 1h13 despachou Adrien Bossel, apenas o 485º no ranking da ATP, anotando parciais de 6/3 e 7/5. Na sequência foi a vez de Steve Johnson fechar o caixão suíço, derrubando Antoine Bellier, o modesto 598 do mundo, com o placar final de 6/4 e 6/3, em exata uma hora de duração.

Comentários