Notícias | Dia a dia | Australian Open
Final do Australian Open bate recordes pelo mundo
31/01/2017 às 09h30

Federer levou a melhor sobre Nadal em duelo de 5 sets

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - A afirmação do norte-americano Andy Roddick de que a final do Australian Open entre o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal provavelmente seria o maior jogo de Grand Slam da história acabou se concretizando, pelo menos nos números da audiência pelo mundo. A decisão do domingo bateu recordes na Austrália e através da Europa.

Responsável pela transmissão do Slam australiano no continente europeu, o canal Eurosport celebrou os números atingidos pelo confronto. Ao todo foram quase 21 milhões de espectadores na final, com o pico de mais de 15 milhões ao mesmo tempo, o maior da história do canal. No geral, a partida foi a segunda mais vista, ficando atrás apenas do jogo de vôlei entre Rússia e Polônia, em 2008. 

"Não é surpresa que esta partida de tênis foi a mais assistida em nossas plataformas, pois a rivalidade entre Roger e Rafa é uma das maiores da história do esporte", declarou Peter Hutton, presidente do Eurosport, que também destacou as audiências específicas na Espanha e na Holanda, batendo recordes em ambos os países.

Só na Espanha foram 610 mil espectadores acompanhando o ídolo local, ao passo que na Holanda foram mais 503 mil. Nas duas situações quase um quarto das televisões (23,2%) locais estavam ligadas na partida. 

Recordes também foram batidos na Austrália, onde o Channel Seven transmitiu a partida 4,4 milhões de pessoas, com um pico de 3,6 milhões. A final foi a mais assistida do Australian Open e ficou com a terceira maior audiência da história do canal no tênis.

Comentários