Notícias | Dia a dia | Australian Open
Rafa encara jejum na quadra dura e busca façanha
28/01/2017 às 09h22

Nadal pode atingir o 15º Slam e ficar mais perto de Federer

Foto: Arquivo
José Nilton Dalcim

Com placar favorável de 9 a 2 em Grand Slam contra Roger Federer, o espanhol Rafael Nadal entrará em quadra às 6h30 deste domingo para defender invencibilidade de seis jogos consecutivos em cima do suíço, tendo perdido pela última vez na decisão de Wimbledon de 2007. Das 21 vezes que decidiu título contra o suíço, ganhou 14.

Ao mesmo tempo, encara um jejum de mais de três anos sem conquistar troféus na quadra sintética. O último deles veio em Doha, em janeiro de 2014.

Sua campanha neste Australian Open incluiu duas vitórias no quinto set, sendo duas delas sobre top 10. Já passou 18h59 em quadra. Tal campanha é uma grande reação se comparada à queda na primeira rodada no ano passado para Fernando Verdasco.

Veja os principais feitos que aguardam Nadal na decisão deste domingo:

- Tenta ser o primeiro profissional e apenas o terceiro homem na história a ganhar ao menos duas vezes cada um dos Grand Slam, repetindo Roy Emerson e Rod Laver na era amadora. Sua coleção tem 9 Roland Garros, 2 Wimbledon, 2 US Open e 1 Austrália
- O bi na Austrália lhe dará também o 15º troféu de Grand Slam, superando Pete Sampras e ficando apenas dois atrás do próprio Federer.
- Se vencer, marcará a maior distância entre o último e o mais recente título na Austrália, já que foi campeão em 2009, e iguala feito dos oito anos de Jimmy Connors em Wimbledon (1974 e 1982).
- Rafa não ganha um torneio sobre quadra dura desde Doha em 2014, quando faturou seu 16º troféu sobre a superfície.
- Pode se tornar o quinto profissional a chegar a 70 títulos na carreira.
- Se vencer, retornará ao quarto lugar do ranking. Por enquanto, subirá de 9º para 6º.

Comentários