Notícias | Dia a dia | Australian Open
Final entre 'trintões' não ocorria desde 2002
27/01/2017 às 14h33

Nadal e Federer farão o quinto duelo entre 'trintões' em uma final de Slam

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Adversários pela nona vez em finais de Grand Slam, Roger Federer e Rafael Nadal travam o primeiro duelo desde que ambos ultrapassaram os 30 anos de idade. O suíço já está com 35, enquanto o espanhol comemorou o trigésimo aniversário em junho de 2016.

Esta será apenas a quinta vez na Era Profissional que um Grand Slam é decidido por dois jogadores acima dos 30 anos, algo que não acontecia desde o US Open de 2002, quando Pete Sampras, então com 31 anos, derrotou Andre Agassi, 32, em duelo americano na final.

Na Austrália, é a primeira vez desde 1972 que dois "trintões" não decidem o título. Na última ocasião, Ken Rosewall já era um veterano de 37 anos e levou a melhor contra Mal Anderson, que era um ano mais novo.

Como a decisão feminina entre as duas irmãs Venus e Serena Williams, de 36 e 35 anos, é a primeira vez que todos os finalistas de simples em um mesmo Grand Slam estão acima dessa faixa etária.

Finais entre duas atletas acima de 30 anos também são raras no circuito feminino. A primeira vez foi em 1977, quando a britânica Virginia Wade, então com 31 anos, levou a melhor sobre Betty Stove, 32, na grama de Wimbledon. A segunda ocorrência é recente, no US Open de 2015, quando Flavia Penetta venceu a final 100% italiana diante de Roberta Vinci. Na ocasião, Pennetta estava com 33 anos, um a mais que sua adversária.

Comentários