Notícias | Dia a dia
Keys volta com Davenport mas não joga na Austrália
24/12/2016 às 09h37

Keys operou o punho logo após o WTA Finals

Foto: Arquivo

Orlando (EUA) - O fim de ano da norte-americana Madison Keys teve duas novidades. A boa notícia é que ela retomou sua parceria com a compatriota Lindsay Davenport, ex-número 1 do mundo, que a ajudou a chegar até sua primeira semifinal de Grand Slam da carreira, em 2015, no Australian Open, quando bateu a tcheca Petra Kvitova e a norte-americana Serena Williams.

A parceria se encerrou por problemas de calendário envolvendo as duas norte-americanas, mas Keys confirmou na última sexta-feira que Davenport será sua treinadora. "Estou bastante empolgada em trabalhar com Lindsay novamente, pois ela já me ajudou a alcançar ótimos resultados e no passado formamos um excelente time", disse a atual 8 do mundo no Twitter. 

Só que nem tudo é festa para a tenista de 21 anos, que infelizmente não vai jogar o Australian Open e perderá toda a temporada australiana, pois ainda se recupera de uma artroscopia realizada durante as férias.

"Não estarei preparada para o Australian Open de 2017. Três dias depois do WTA Finals feiz uma pequena artroscopia no meu punho esquerdo, em um procedimento simples e que não envolvia problemas nos tendões. Tudo deu certo, já estou treinando faz algumas semanas com Lindsay em Orlando, mas não quero apressar meu retorno antes que esteja totalmente recuperada e pronta para desempenhar o meu máximo em quadra", disse Keys.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis