Notícias | Dia a dia | US Open
Wawrinka vira contra Nishikori e decide 3º Slam
09/09/2016 às 22h44

Suíço disputa uma final de Slam contra Djokovic pela 2ª vez

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Pelo terceiro ano seguido, Stan Wawrinka disputará uma final de Grand Slam. Campeão na Austrália em 2014 e de Roland Garros no ano passado, o suíço agora chega à inédita decisão no US Open. A vaga na final veio com vitória por 4/6, 7/5, 6/4 e 6/2 em 3h07 contra Kei Nishikori.

Aos 31 anos, Wawrinka disputará a 24ª final na carreira e tenta o 15º título. O suíço, que já surpreendeu Novak Djokovic no saibro parisiense há pouco mais de um ano, reencontra o sérvio às 17h (de Brasília) do próximo domingo. O histórico é de 19 a 4 para o atual número 1 do mundo.

A vitória obtida nesta sexta-feira tinha impacto direto no ranking. Wawrinka defende a terceira posição e deixará Nishikori em quinto lugar. Rafael Nadal, que começou o Slam americano na quinta posição e volta ao top 4 do ranking mundial.

Nishikori fez um primeiro set consistente com apenas três erros e quatro pontos perdidos no saque, aproveitando sua única chance de quebra. O japonês largou com quebra acima na parcial seguinte, mas perdeu a liderança no quarto game. Com ótimos saques, Wawrinka salvou seis break points entre o 3/3 e o 4/4 e quebrou no último game.

Depois de 11 erros no primeiro set e treze no segundo, Wawrinka errou apenas oito bolas na terceira parcial. Ele era cada vez mais sólido do fundo, enquanto o japonês já dava sinais de cansaço e foi 15 vezes à rede para tentar encurtar os pontos. O suíço chegou a liderar por 4/1, permitiu o empate, mas novamente pressionou no último game do set.

No último set, Wawrinka fez 7 a 1 em winners e errou só cinco bolas contra 12 de Nishikori. O suíço largou com 3/0, viu o rival reagir em um longo rali e permitiu a quebra ao errar uma passada com backhand na paralela, mas venceu os últimos três games do jogo com mais duas quebras.

Comentários