fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0830_usopen_preparasaque_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0830_usopen_preparasaque_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | US Open
Serena espera para avaliar ombro e não fala de nº 1
31/08/2016 às 10h29
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0830_usopen_preparasaque_int.jpg" title="Serena comemorou o bom saque apesar do ombro" />

Serena comemorou o bom saque apesar do ombro

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Nova York (EUA) - A estreia da norte-americana Serena Williams no US Open foi marcada por grande expectativa, primeiro para ver seu desempenho em quadra depois de ter desistido do Premier de Cincinnati por causa de dores no ombro, e depois para saber como ela iniciaria a disputa pela liderança do ranking, ameaçada fortemente pela alemã Angelique Kerber.

Serena deu uma excelente prova de força e mesmo contra uma perigosa adversária, a russa Ekaterina Makarova, conseguiu uma boa vitória em sets diretos e com duplo 6/3. "Sabia que precisava estar focada, até porque ela já foi semifinalista aqui e costuma ir longe nos Grand Slam", comentou a atual líder do ranking, que quer esperar o dia seguinte para avaliar o ombro. 

"Estou me sentindo bem. Não joguei o número de partidas que gostaria em quadras duras, mas não tem nada mais que posso fazer sobre isso. Quer esperar pelo dia seguinte para avaliar como o ombro está", disse a caçula das irmãs Williams, que destacou o seu saque na partida de estreia. "O que eu mais gostei foi o meu serviço, pois não vinha treinando muito isso ultimamente", disse.

A norte-americana garantiu que não precisou mudar em nada sua mecânica e apenas evitou forçar o limite de sua potência. "Não fiz ajuste algum, apenas bati na bola como costumo fazer. Apenas tentei dar um pouco mais de ângulo e não forcei os saques, apenas joguei na média", observou Serena. 

Ao ser indagada sobre a disputa pelo número 1, ela foi curta e grossa. "Não vou responder esse tipo de pergunta", disparou Serena, que espera evoluir durante o torneio para conseguir um bom resultado nas quadras de Flushing Meadows. "Acho que posso melhorar bastante, há muito mais o que fazer", pontuou a norte-americana, semifinalista do US Open no ano passado e campeã em Nova York em seis oportunidades.

Últimas notícias
Comentários