fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, US Open, Jogos Olimpicos Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, US Open, Jogos Olimpicos Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, US Open, Jogos Olimpicos tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nadal/0825_usopen_terno_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nadal/0825_usopen_terno_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal Espero ir tao bem no US Open como no Rio
25/08/2016 às 11h02
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nadal/0825_usopen_terno_int.jpg" title="Nadal venceu o US Open em 2010 e 2013" />

Nadal venceu o US Open em 2010 e 2013

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Nova York (EUA) - Bicampeão do US Open, o espanhol Rafael Nadal chega ao torneio deste ano sem figurar entre os principais favoritos ao título. Contudo, suas chances não podem ser descartadas, principalmente por causa de seu histórico e da boa campanha que fez nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O canhoto de Mallorca inclusive espera levar para Nova York as boas atuações que teve nas olimpíadas cariocas. "Os Jogos foram fantásticos, espero que consiga ir tão bem no US Open como fui no Rio", disse Nadal em entrevista a EFE. "Estou muito animado como sempre antes de começar um novo torneio" completou. 

Nadal não conseguiu manter o embalo olímpico no Masters 1000 de Cincinnati, onde foi eliminado nas oitavas de final pelo croata Borna Coric. "Em Cincinnati quase não pude competir bem, pois cheguei muito desgastado dos Jogos Olímpicos. Ainda mais peguei um rival que estava infinitamente melhor do que eu e que soube aproveitar a oportunidade", explicou.

"Tenho respeito a todos os rivais", disse Nadal, que não escolhe adversários para a estreia no último Grand Slam da temporada. "Minha única expectativa é tentar me preparar bem e chegar para a competição da melhor maneira possível. Espero que as coisas saiam bem", finalizou o atual número 5 do mundo, que será o cabeça de chave 4 por causa da ausência do suíço Roger Federer.

Últimas notícias
Comentários