Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Berdych pensa em um dia após o outro em Londres
07/07/2016 às 13h32

Berdych tem apenas uma final de Slam no currículo

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Na base de um dia após o outro é que o tcheco Tomas Berdych chegou até as semifinais de Wimbledon. Ele não ia tão longe em um Grand Slam desde 2010, quando disputou sua única final nos quatro principais torneios do circuito, justamente na grama do All England Club, ficando com o vice após a derrota para o espanhol Rafael Nadal na decisão.

Será a sexta semifinal de Slam para Berdych, atual número 9 do mundo, que aos 30 anos usa a experiência para colocar a cabeça no lugar e não se preocupar com fatores que não pode controlar. "Tenho que pensar em um dia após o outro e é muito bom estar nas semifinais de novo", disse o tcheco. 

"O mais importante no fim do dia é saber que fiz o máximo que podia. Se for assim não há muito o que reclamar", acrescentou Berdych, que nas semifinais enfrentará o britânico Andy Murray, contra quem soma seis vitórias e oito derrotas.

Ao analisar a partida contra o francês Lucas Pouille, ele destacou que após vencer o primeiro set conseguiu deslanchar. "O começo do jogo foi mais procurando encontrar o ritmo, pois era uma partida completamente diferente. Consegui isso no fim do primeiro set e depois tudo ocorreu bem, ditei os gemes e joguei como gostaria", avaliou Berdych.

Comentários