Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Para Serena, placar reflete o quanto ela jogou bem
07/07/2016 às 13h12

Serena cedeu apenas dois games em rápida semifinal de 48 minutos

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Após uma vitória arrasadora na semifinal de Wimbledon, em que precisou de apenas 48 minutos e 34 segundos para assegurar lugar em sua nona final na grama londrina e 28ª decisão de Grand Slam, Serena Williams negou que tenha encontrado "facilidade" no duelo com Elena Vesnina e justifica o resultado como fruto de uma excelente atuação.

"Não foi um jogo foi super fácil. Eu estava muito intenso o tempo todo. Eu corri e trabalhei duro", disse Serena após a vitória por 6/2 e 6/0 contra a 50ª do ranking. "Saquei e me movimentei muito bem. O placar apenas refletiu o quanto fiz o que sou capaz de fazer", acrescentou a número 1 do mundo, que cedeu três pontos sacando.

"Não posso acreditar que estou na final de novo. Obviamente, eu perdi as duas este ano, então eu quero ganhar um", comentou a vencedora de 21 títulos de Grand Slam, que perdeu nas finais do Australian Open e de Roland Garros na atual temporada.

A rápida semifinal também fez com que Serena fosse questionada sobre premiações iguais para homense e mulheres nos torneios, especialmente depois de uma quarta-feira com dois jogos masculinos de cinco sets na Quadra Central. Com vasta experiência em comentar o assunto, Serena foi categórica.

"Eu estive trabalhando nisso desde que eu tinha três anos. Na verdade, talvez mais jovem, porque eu tenho uma foto onde eu estou num andador", disse a jogadora de 34 anos.

"Basicamente eu passei toda a minha vida eu venho fazendo isso. Eu não acho que eu mereça receber menos por causa do meu sexo, assim como para qualquer outra pessoa em qualquer carreira".

A número 1 do mundo também deu uma declaração enfática quando perguntada se ela se considera uma das maiores atletas de todos os tempos no esporte feminino: "Eu prefiro a frase 'uma das maiores atletas de todos os tempos'".

Comentários