Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Feliciano e Marc López completam festa espanhola
04/06/2016 às 15h29

Feliciano e Marc López dão título à Espanha após 26 anos

Foto: Site oficial

Paris (França) - Não foi apenas Garbiñe Muguruza quem conquistou seu primeiro título de Grand Slam neste sábado todo espanhol em Roland Garros. Pouco depois, os veteranos Feliciano López e o especialista Marc López também fizeram história ao derrotar nada menos que os gêmeos Bob e Mike Bryan, tão norte-americanos e multicampeões como Serena Williams, com as parciais duríssimas de 6/4, 6/7 (6-8) e 6/3.

Marc, 33 anos, já havia disputado duas finais de Grand Slam, ambas sem sucesso, uma delas em Roland Garros de 2014 junto a Marcel Granollers, enquanto Feliciano, de 34, jamais havia passado da semi, feito enfim obtido neste Roland Garros na sexta-feira, ao derrotar os campeões defensores Marcelo Melo e Ivan Dodig.

Curiosamente, os dois López salvaram nada menos do que seis match-points nas quartas de final diante dos vencedores de 2014, os locais Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin. Também foi a primeira conquista no saibro parisiense de uma dupla da Espanha em 26 anos, desde que Emilio Sanchez e Sergio Casal venceram em 1990. O prêmio foi de 500 mil euros.

Os Bryan perderam o troféu parisiense pelo segundo ano consecutivo e também a oportunidade de aumentar o recorde para 17 troféus. Eles não vencem um Grand Slam desde o US Open de 2014.

O título dos espanhóis também ajudou outro tenista a fazer história: Nicolas Mahut aparecerá nesta segunda-feira pela primeira vez como líder do ranking, superando o mineiro Marcelo Melo. Como defendia o título, o brasileiro seria ultrapassado também por Bob Bryan caso a parceria americana ganhasse o torneio.

Comentários