Notícias | Dia a dia | Roland Garros
'Não esperava alcançar uma final aqui', diz Murray
03/06/2016 às 18h37

Murray jogou primeiras finais no saibro no ano passado

Foto: Divulgação

Paris (França) - Há pouco mais de um ano, Andy Murray sequer havia disputado uma final de ATP no saibro. Mas o britânico tem mostrado uma grande evolução no piso de terra. Em 2015, ele foi campeão em Madri e este ano triunfou em Roma. Ao chegar à primeira final de Roland Garros, o britânico foi sincero.

"Joguei uma das minhas melhores partidas aqui hoje", disse Murray após a vitória por 6/4, 6/2, 4/6 e 6/2 contra Stan Wawrinka na semifinal. "Estou muito orgulhoso, porque eu nunca esperava que chegaria à final aqui. Não é uma coisa fácil de fazer".

Em sua décima final de Slam, Murray desafia Novak Djokovic. "Espero que eu possa fazer um bom jogo no domingo. É um grande momento para mim", avaliou o número 2 do mundo. "É uma experiência nova para nós dois. Já jogamos aqui uma vez aqui e foi muito apertado", lembrou o britânico a respeito da semifinal de 2015.

Murray e Djokovic já se enfrentaram em seis finais de Grand Slam, com vantagem sérvia por 4 a 2. O atual número 1 ainda lidera o histórico no saibro por 4 a 1 e o retrospecto geral por 23 a 10. Os dois primeiros colocados ainda decidiram os importantes torneios de Roma e Madri este ano, com uma vitória para cada lado.

"Será uma partida muito importante para nós dois. Novak está tentando o Career Slam, então obviamente é um jogo muito grande para ele, e para mim que busco o primeiro título de Roland Garros", comentou o número 2 do mundo, que já foi campeão de Wimbledon e do US Open.

Contemporâneo de Rafael Nadal, que possui nove títulos em Paris, Murray destacou outro fator importante. "Nenhum de nós sabe quantas outras chances teremos para vencer aqui. Demorou um longo tempo para o Roger (Federer) ganhar uma vez. É um evento muito difícil de vencer. Há muito em jogo para nós dois".

Comentários