Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Muguruza: 'Último jogo tem que ser o mais difícil'
03/06/2016 às 16h29

Muguruza joga 2ª final de Slam contra Serena

Foto: Divulgação/FFT

Paris (França) - Pela segunda vez na carreira, Garbiñe Muguruza irá disputar uma final de Grand Slam. E assim como aconteceu na edição passada de Wimbledon, a espanhola terá a dura missão de encarar Serena Williams na decisão. Em busca do maior troféu da carreira, a atual número 4 do mundo entende que enfrentar a líder do ranking é um desafio à altura de uma final.

"O último jogo tem que ser mais difícil", disse Muguruza, que tem uma vitória em quatro jogos contra Serena. "As finais têm que ter as duas melhores jogadoras do torneio. Eu me sinto ótima por isso. Ganhei bastante experiência muito rápido e vou focar naquilo que preciso fazer, em vez de pensar no que não posso controlar".

"Ela tem jogo muito poderoso, muito dominante. Nós duas gostamos de ditar o jogo, mas eu vou lutar por cada ponto. Haverá momentos em que ela vai dominar e talvez às vezes eu esteja dominando. Acho que posso ser uma adversária difícil".

Superada nas quartas de Paris nos últimos dois anos, ela assegura sua melhor campanha no saibro francês após a vitória por 6/2 e 6/4 contra Samantha Stosur. "Eu finalmente consegui, por isso é um sonho. Foi difícil jogar hoje porque eu queria muito ganhar da Samantha, que é uma grande jogadora. Estou muito feliz".

A jogadora de 22 anos tenta ser mais fria em quadra, no sentido de controlar e até esconder as emoções. "Eu aprendi muito como controlar minhas emoções dentro e fora de quadra", disse Muguruza. "Isso é muito importante, porque às vezes não é muito bom mostrar isso. Em um torneio como este você tem que estar focada, porque ele é bem longo, ainda mais com esse tempo que você precisa que esperar muito".

Comentários