fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Dominic Thiem, Rafael Nadal, Marcel Granollers, Alexander Zverev, Roland GarrosCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Dominic Thiem, Rafael Nadal, Marcel Granollers, Alexander Zverev, Roland GarrosCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Dominic Thiem, Rafael Nadal, Marcel Granollers, Alexander Zverev, Roland Garrostênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/thiem/0528_rg_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/thiem/0528_rg_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Sem Nadal Thiem se ve favorito contra Granollers
29/05/2016 às 13h10
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/thiem/0528_rg_vibra_int.jpg" title="Thiem pode entrar no top 10 com nova vitória em Paris" />

Thiem pode entrar no top 10 com nova vitória em Paris

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - A sorte sorriu para o austríaco Dominic Thiem nesta edição de Roland Garros. Depois de fazer sua parte e chegar nas oitavas de final, ele contou com a desistência do espanhol Rafael Nadal, nove vezes campeão no saibro parisiense, e escapou de ter que enfrentá-lo na próxima rodada, tendo agora pela frente outro espanhol: Marcel Granollers.

"Claro que existem coisas positivas de se enfrentar Granollers (e não Nadal), mas também há pontos negativos. Contra Rafa, eu seria a surpresa. Contra Granollers, provavelmente sou o favorito", comentou o austríaco de 22 anos, que já encarou o canhoto de Mallorca em três oportunidades, conseguindo inclusive uma vitória. 

Mesmo com este resultado positivo no histórico, ele sabe que medir forças com Nadal não é fácil para ninguém. "Eu já tive a experiência de enfrentá-lo e não é das mais agradáveis", afirmou Thiem, que derrotou o espanhol nas semifinais do ATP 250 de Buenos Aires, neste ano.

Para alcançar as quartas, ele teve buscar a virada para derrotar o alemão Alexander Zverev, de apenas 19 anos. "Antes da partida já sabia que seria bem dura. Ele é um grande jogador e talvez o que tenha feito a diferença hoje sejam os três anos de diferença de idade", observou o austríaco, que já está no top 15 e pode até entrar no top 10 com nova vitória em Paris, mas ainda é cobrado por bons resultados em torneios grandes. 

"O ranking não mente e mereço estar onde estou. Mas é claro que ainda está faltando um resultado expressivo em um grande torneio e espero que ele venha logo mais", disse Thiem, que se vê melhor fisicamente hoje em dia. "Minha principal evolução foi na parte física. Atualmente estou muito bem, o que não era verdade alguns anos atrás, especialmente nos Grand Slam, em que isso é muito importante", encerrou.

Últimas notícias
Comentários