fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Radek Stepanek, Roland Garros Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Radek Stepanek, Roland Garros Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Radek Stepanek, Roland Garros tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/murray/0524_rg_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/murray/0524_rg_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Murray Lutei bastante para seguir vivo no torneio
24/05/2016 às 14h13
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/murray/0524_rg_vibra_int.jpg" title="Murray precisou de dois dias para superar a estreia em RG" />

Murray precisou de dois dias para superar a estreia em RG

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Logo em sua estreia em Roland Garros, o britânico Andy Murray teve que se esforçar bastante, mostrando grande poder de recuperação. Ele não apenas precisou superar uma desvantagem de dois sets, como também uma interrupção por causa da falta de luz natural para despachar o veterano tcheco Radek Stepanek.

"Não consegui ditar muito os pontos e não entrei o ritmo direito. Todo o crédito é para ele, pela maneira como jogou. Lutei bastante para poder jogar de novo amanhã", declarou o número 2 do mundo, que gastou 3h41 para superar a estreia. Foi a nona vez na carreira que ele virou uma partida após perder os dois primeiros sets. 

Murray fez questão de destacar a força de vontade de Stepanek, que estrou na chave de Roland Garros através do qualificatório. "Ele teve uma lesão muito dura no ano passado, já está com 37 anos e mesmo assim continua lutando no circuito e jogando desta maneira. É inacreditável. Não espero estar fazendo isso nesta idade".

O próximo oponente do escocês será o convidado da casa Mathias Bourgue, atual 164 do mundo. "Gostei de minha partida hoje. Acho que pode se tornar em uma das minha maiores vitórias. Foi algo muito importante para mim", finalizou o britânico, que nunca perdeu para um atleta fora do top 100 em jogos de Grand Slam.

Últimas notícias
Comentários