fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Gilles Simon, Roland Garros Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Gilles Simon, Roland Garros Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Gilles Simon, Roland Garros tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0523_rg_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0523_rg_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Rogerinho endurece mas Simon vence em 3 sets
23/05/2016 às 14h25
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0523_rg_back_int.jpg" title="Rogerinho segue sem vencer na chave principal de RG" />

Rogerinho segue sem vencer na chave principal de RG

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Não faltou luta na estreia do paulista Rogério Silva em Roland Garros. Contudo, a bravura do número 2 do país não foi suficiente nesta segunda-feira e ele acabou derrotado pelo francês Gilles Simon, cabeça de chave 16, por 3 sets a 0, com placar final de 7/6 (7-5), 6/4 e 6/2, depois de 2h40 de partida.

Classificado para a segunda rodada, o atleta da casa terá pela frente o argentino Guido Pella, que levou a melhor no duelo com o compatriota Diego Schwartzman triunfando com parciais de 6/2, 3/6, 6/2 e 6/3. Será a primeira vez que Pella e Simon medirão forças no circuito.

Apesar da eliminação na estreia, Rogerinho pode até subir no ranking, dependendo de outros resultados. Na próxima semana ele ainda tentará somar mais no forte challenger de Prostejov. Derrotado na primeira rodada pela terceira vez em três participações, o atual 85 do mundo não deixará a capital francesa de mãos abanando e levará para casa uma premiação de 30 mil euros. 

Rogerinho fez o que pode contra o francês e jogou de igual para igual nos dois primeiros sets e só deixou o nível cair um pouco no terceiro. O paulista só não conseguiu incomodar mais Simon por causa do fraco aproveitamento com a segunda bola, vencendo apenas 43% dos pontos disputados.

O aproveitamento de break-points também atrapalhou Rogerinho, que converteu cinco dos 12 que teve a seu favor (41,5%), ao passo que o atleta da casa venceu oito dos 13 breaks que teve a seu favor (61,5%). 

A partida começou boa para o paulista, que abriu 3/0 e saque, mas depois permitiu a reação de Simon, que fez 3/3. Rogerinho chegou a anotar mais uma quebra, mas em seguida perdeu a vantagem mais uma vez e viu a definição do primeiro set ir para o tiebreak, em que Simon foi mais consistente e acabou largando na frente.

No segundo set, o jogo seguiu parelho e novamente Rogerinho chegou a ter o placar a seu favor, abrindo 4/2 e saque. Ele perdeu então seis games seguidos, não apenas levando a pior na segunda parcial, mas também entrando na terceira com 0/2. O paulista não teve forças para buscar uma reação, foi quebrado ainda mais uma vez e se despediu de Roland Garros.

Últimas notícias
Comentários