fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/sharapova/0122_ausopen_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/sharapova/0122_ausopen_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Sharapova testa positivo para substancia proibida
07/03/2016 às 17h30
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/sharapova/0122_ausopen_back_int.jpg" title="Medicamento que russa tomava há dez anos foi banido" />

Medicamento que russa tomava há dez anos foi banido

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Los Angeles (EUA) - O tênis feminino foi pego de surpresa nesta segunda-feira com a notícia que Maria Sharapova testou positivo para a substância proibida Meldonium durante o Australian Open. O anúncio foi feito pela própria tenista durante pronunciamento em Los Angeles.

"Há alguns dias eu recebi uma carta da ITF que testei positivo no antidoping durante o Australian Open", iniciou Sharapova. "Nos últimos dez anos eu pude tomar este remédio legalmente, porque ele não estava na lista de substâncias proibidas".

Sharapova usa o remédio Mildronate, que continha a substância, desde 2006 para repor magnésio e pelo histórico de diabetes na família. Ela inclusive citou que teria recebido um e-mail em 22 de dezembro com a atualização da lista de substâncias proibidas para o ano seguinte e não percebeu que seu medicamento seria banido.

"Em primeiro de janeiro, as regras mudaram e Meldonium se tornou uma substância banida e eu não sabia disso", explicou a russa, que não culpa nenhuma outra pessoa por isso. 

"Assumo toda a responsabilidade porque é o meu corpo e o que eu coloco nele. Não posso culpar ninguém além de mim mesma. É importante ter uma boa equipe à sua volta, mas no fim das contas o que importa é você".

A russa ainda não tem informação se sofrerá algum tipo de suspensão. "Isso é muito novo para mim, acabei de receber a carta há poucos dias. Não sei ainda quando vou poder jogar porque depende de um processo da ITF".

A jogadora de 28 anos ainda desmentiu os boatos de que anunciaria o término da carreira. "Cometi um grande erro, decepcionei meus fãs e meu esporte. Sei das consequências, mas não quero terminar minha carreira dessa forma e quero ter outra chance de jogar esse esporte".

"Sei que houve muitos rumores de que eu iria encerrar a carreira, mas se eu fosse anunciar minha aposentadoria certamente não seria em um hotel no centro de Los Angeles".

Suspensão provisória - A ITF anunciou nesta segunda-feira que Sharapova será suspensa provisoriamente a partir de 12 de março até que o caso termine de ser analisado. A entidade afirma que o teste foi feito em 26 de janeiro no Australian Open e que a russa foi notificada em 2 de março.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
Loja genérico
Fisiotenis
Paulistana