fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Leonardo Mayer, Michal Przysiezny, Jerzy Janowicz Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Leonardo Mayer, Michal Przysiezny, Jerzy Janowicz Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Leonardo Mayer, Michal Przysiezny, Jerzy Janowicz tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/leomayer_davis_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/leomayer_davis_fore_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Mayer vence de virada e classifica a Argentina
06/03/2016 às 11h02
Publicidade
Publicidade
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Gdansk (Polônia) - Herói da vitória argentina contra o Brasil há um ano ao vencer jogo com mais de 6 horas contra João Souza, Leonardo Mayer voltou a ser protagonista de uma classificação da Argentina na Copa Davis. O jogador de 28 anos e 41º do mundo decretou a vitória no confronto contra a Polônia ao vencer o 319º colocado Michael Przysiezny por 6/7 (4-7), 7/6 (7-4), 6/2 e 6/3 em 2h33 de partida.

A Argentina fechou o confronto contra a Polônia por 3 a 1 em quadra dura e coberta na cidade de Gdansk. Antes do início do confronto, os visitantes chegaram a reclamar com a ITF a respeito da velocidade do piso escolhido pelos anfitriões e não tiveram o apelo atendido.

Por outro lado, a Polônia estreou no Grupo Mundial da Davis desfalcada de seu principal jogador, o 96º colocado Jerzy Janowicz, por conta de lesão no joelho. Já o veterano Przysiezny, que atuou na sexta-feira e no domingo, fez suas duas primeiras partidas em 2016. O jogador de 31 anos vinha sofrendo com lesões nos últimos três meses e não jogava desde novembro último.

Quatro vezes vice-campeões da Davis e semifinalistas no ano passado, os argentinos enfrentam a Itália fora de casa entre os dias 15 e 17 de julho pelas quartas de final. As duas nações já se enfrentaram duas vezes, com uma vitória para cada lado. Curiosamente sempre os visitantes levaram a melhor, casos de 1983 no Foro Itálico de Roma e de 2014 no saibro de Mar del Plata.

Comentários