fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Andy Murray, Australian Open Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Andy Murray, Australian Open Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Andy Murray, Australian Open tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/djokovic/0131_ausopen_trofeu_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/djokovic/0131_ausopen_trofeu_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Djokovic prega humildade para seguir vencendo
31/01/2016 às 16h45
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/djokovic/0131_ausopen_trofeu_int.jpg" title="Djokovic faturou seu sexto troféu no Melbourne Park" />

Djokovic faturou seu sexto troféu no Melbourne Park

Foto: Site oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Depois de fazer uma temporada assombrosa em 2015, o sérvio Novak Djokovic voltou das férias da mesma maneira que estava antes. Mal começou 2016 e o número 1 do mundo já tem dois títulos, o último deles o mais importante no novo ano, o do Australian Open, conquistado neste domingo ao bater o britânico Andy Murray na decisão.

"Sem sombra de dúvidas eu tenho jogado o melhor tênis da minha carreira nos últimos 15 meses. Tudo está funcionando bem no pessoal. Me tornei marido e pai, tenho uma família e tudo está em harmonia. Quero seguir neste caminho", declarou o tenista de Belgrado. Ao mesmo tempo que reconhece seu ótimo momento, ele sabe que não pode deixar o sucesso subir à cabeça.

Para o atual líder do ranking, é preciso manter a humildade e não achar que é um cara imbatível, como tem mostrado ultimamente. "Não posso me permitir pensar assim. Se a pessoa se torna arrogante e pensa que é melhor do que todo mundo, com certeza vai se dar mal logo menos. Eu não quero que isso aconteça. Tenho muito respeito pelos meus colegas e oponentes, isso é a chave para manter o nível de sucesso".

O sérvio levantou sua sexta taça em Melbourne, que o igualou a Roy Emerson como o maior vencedor do torneio. Esta foi sua 11ª taça de Grand Slam, que o deixa em quinto entre os maiores campeões da história, junto do sueco Bjorn Borg e do australiano Rod Laver. Cada Grand Slam é muito significativo de uma maneira especial. Hoje aqui eu fiz história e igualei a marca de Roy Emerson de seis títulos do Australian Open. Estou muito honrado de ser mencionado ao lado de lendas como Bjorn Borg e Rod Laver, tendo vencido tantos Slam quanto eles", comentou Djokovic.

Ao analisar o duelo com Murray, ele destacou o bom início. "Acho que comecei muito bem na partida, assim como foi na semifinal contra Roger, sem cometer muitos erros. Fui muito agressivo e joguei como gostaria. Consegui manter meu plano de jogo por um set e meio", avaliou Nole, que venceu o primeiro set por 6/1 e teve mais dificuldade para vencer os dois seguintes.

"Ele (Murray) passou a sacar melhor e entrou no jogo. O segundo set foi decidido no detalhe, assim como o terceiro. Ambos foram duros e talvez eu pudesse ter sacado melhor. Tive trabalho contra ele, foram vários longos ralis com muitas trocas de bolas. Foi exatamente como eu esperava. Contra Andy você precisa ser paciente para construir o ponto", comentou o hexacampeão do Australian Open.

Últimas notícias
Comentários