fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Angelique Kerber, Australian Open Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Angelique Kerber, Australian Open Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Angelique Kerber, Australian Open tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0130_ausopen_cumprimenta_kerber_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0130_ausopen_cumprimenta_kerber_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Serena Fiz o melhor que pude mas não sou robo
30/01/2016 às 14h51
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0130_ausopen_cumprimenta_kerber_int.jpg" title="Serena terá agora Kerber em sua cola no ranking" />

Serena terá agora Kerber em sua cola no ranking

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Parecia líquida e certa a vitória da norte-americana Serena Williams na final do Australian Open deste sábado. Embalada com grandes apresentações no torneio, a número 1 do mundo chegou como ampla favorita para a decisão com a alemã Angelique Kerber, que levou a melhor e conquistou sua primeira taça de Grand Slam.

Apesar da frustração pelo vice-campeonato, Serena não saiu de quadra com a cabeça baixa. Ela sabe que tem capacidade para desempenhar um papel melhor do que fez, mas também sabe que nem sempre dá para conseguir isso. "Fiz o melhor que pude. Não posso me dar um 10, mas tentei dar o melhor que consegui hoje. Talvez amanhã eu pudesse jogar melhor, mas não é assim que as coisas funciona", observou.

"Todo mundo espera que eu ganhe todos os meus jogos. É isso todos os dias da minha vida. Até gostaria de ser um robô, mas não sou", afirmou a número 1 do mundo, que perdeu pela primeira vez na final em Melbourne. A derrota deste sábado também encerrou uma sequência sua de oito vitórias em finais de Grand Slam, não perdendo desde a decisão do US Open de 2011.

"Fiquei feliz por ela, que está por ai faz um tempo. Ela jogou muito bem hoje, com uma atitude que deveria inspirar muita gente: apenas se mantendo positiva e não desistindo nunca. É sempre complicado enfrentar uma canhota, pois os efeitos são diferentes daqueles que você está acostumada", disse Serena, destacando o valor da campeã Kerber.

A caçula das irmãs Williams também comentou sobre o sexto game do terceiro set, em que foi quebrada depois de uma disputada batalha. "Ela veio com duas lindas deixadas. Foi algo inesperado, pois ela não havia tentado isso antes na partida. Poderia ter chegado nas bolas, pois estou bem rápida, mas não consegui ler o golpe a tempo", lembrou Serena, que até conseguiu devolver a quebra, mas voltou a perder o saque e assim o jogo também.

As subidas à rede que funcionaram tão bem na semifinal contra a polonesa Agnieszka Radwanska não tiveram o mesmo efeito na decisão, muito em função da qualidade de Kerber. "Toda vez que eu ia à rede ela vinha com grandes golpes. Acho que estava escolhendo mal a hora de subir. É algo que eu tenho que melhorar, aprender o melhor momento", avaliou a norte-americana.

Serena mostrou todo o espírito esportivo no fim da partida e cumprimentou a rival alemã como merece uma campeã de Grand Slam. O primeiro título de Kerber neste nível a levará para a vice-liderança do ranking, o que gerou uma brincadeira da atual líder. "Depois do número 2 vem o 1, então tenho que tomar cuidado".

Por fim, a norte-americana revelou que os Jogos do Rio 2016 são importantes em seu calendário e que ela está empolgada não apenas para simples, como para fazer dupla com a irmã mais velha Venus. "Quero jogar as Olimpíadas em simples e nas duplas. Acreditem ou não, é uma das minha metas. Não temos jogado muito duplas ultimamente. Quem sabe não jogamos um pouco antes", encerrou.

Últimas notícias
01h58
Comentários