fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Angelique Kerber, Serena Williams , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Angelique Kerber, Serena Williams , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Angelique Kerber, Serena Williams , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/kerber/0128_ausopen_vibramuito_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/kerber/0128_ausopen_vibramuito_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Kerber se apoia em vitória anterior contra Serena
28/01/2016 às 13h55
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/kerber/0128_ausopen_vibramuito_int.jpg" title="Kerber já ganhou de Serena uma vez, em 2012" />

Kerber já ganhou de Serena uma vez, em 2012

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Se há alguma coisa que deixar Angelique Kerber confiante de que pode desafiar Serena Williams é o fato de já ter conseguido vencer a número 1 do mundo. Ao todo são seis duelos, com 5 a 1 em favor da americana. Todas as partidas entre elas foram em dois sets.

"Eu me lembro que eu estava sacando muito bem naquele dia", disse Kerber, que derrotou Serena por duplo 6/4 no Premier de Cincinnati em 2012. Na ocasião, a canhota alemã não teve o serviço quebrado. "Eu acho e espero que ela também tenha respeito por mim e preciso jogar meu melhor tênis para vencê-la".

"Lembro-me também de uma grande quantidade de jogos contra Serena e que fizemos partidas equilibradas no passado", acrescenta a jogadora de 28 anos, que no último duelo com Serena largou muito bem na final de Stanford-2014, mas não conseguiu fechar o set e cedeu a virada.

Garantida em sua primeira final de Grand Slam na carreira, Kerber espera que poderá jogar em alto nível contra a número 1 do mundo. "Não tenho nada a perder contra a Serena, é claro", afirmou Kerber, que evita a pessão por duelar com a hexacampeã de Melbourne.

"Mas, por outro lado, eu posso perder o jogo. Vou entrar em quadra, tentar aproveitar a minha primeira final e tentar bater Serena. Preciso jogar muito bem para ter uma chance, vi o jogo dela hoje contra Aga [Radwanska] e foi inacreditável.

Kerber terminou as últimas quatro temporadas no top 10 e ocupa o 6º lugar no ranking. Ela certamente chegará à quarta posição e pode até alcançar a vice-liderança em caso de título.

"É um momento especial. Estou há quatro anos no top 10, mas não vinha jogando tão bom nos torneios grandes do ano passado", lembrou a alemã, que venceu quatro torneios de médio porte em 2015. "Agora sim, meu foco é jogar melhor nos grandes palcos. Fiz grandes em duas semanas aqui com altos e baixos, salvando match point no primeiro jogo. Foi uma grande experiência e estou realmente ansiosa pela final".

Últimas notícias
Comentários