fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Bjorn Borg, Rod Laver, Roger Federer, Ivan LendlCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Bjorn Borg, Rod Laver, Roger Federer, Ivan LendlCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Bjorn Borg, Rod Laver, Roger Federer, Ivan Lendltênis" /> fiogf49gjkf0d2016/djokovic/0120_ausopen_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d2016/djokovic/0120_ausopen_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Borg Laver e recorde australiano ficam ao alcance
28/01/2016 às 09h30
fiogf49gjkf0d
2016/djokovic/0120_ausopen_back_int.jpg" title="Em sua 19ª final, Djokovic busca o 11º Grand Slam" />

Em sua 19ª final, Djokovic busca o 11º Grand Slam

Foto: Arquivo
Mário Sérgio Cruz
fiogf49gjkf0d

A contundente vitória de Novak Djokovic em quatro sets sobre Roger Federer na semifinal do Australian Open coloca o sérvio em condição de alcançar ainda mais façanhas na história do tênis. A primeira delas é o recorde de títulos no Grand Slam que abre a temporada. Com cinco conquistas, Djokovic já é o maior vencedor na Era Aberta, mas tenta igualar os seis troféus do australiano Roy Emerson na década de 1960.  

Agora com 19 finais de Slam, Djokovic alcança Ivan Lendl em terceiro lugar nessa lista. O sérvio precisa de mais uma para chegar às 20 de Rafael Nadal. Federer é o recordista com 28. Sétimo maior vencedor na história, Djokovic tem 10 títulos de Slam e em caso de vitória próximo domingo, contra Andy Murray ou Milos Raonic, chegaria aos títulos 11 de Rod Laver e Bjorn Borg.  

Será ainda final de número 87 para Djokovic na carreira, que bsuca o 61º troféu no circuito. Ele é o nono nessa lista e está a apenas dois de empatar com o argentino Guillermo Vilas. Vindo da melhor temporada da carreira com 15 finais em 16 torneios, o sérvio já acumula 17 decisões consecutivas, somando duas já em 2016. Se repetir a dose no próximo ATP que disputar, empata o recorde de Lendl, que jogou 18 seguidas entre o fim de 1981 e o começo de 1982.

O que já está garantido é o retrospecto positivo do atual número 1 contra seus principais adversários, nos dois confrontos que mais se repetiram em toda a Era Aberta. Djokovic passa a liderar o histórico de 45 jogos com Federer por 23 a 22, números parecidos com seu confronto-direto contra Rafael Nadal, com 24 a 23 em 47 duelos. O sérvio conseguiu empatar os dois retrospectos no fim do ano passado e pela primeira vez passa a liderá-los. Em Grand Slam, Djokovic tem 9 a 6 contra Federer, mas perde para Nadal por 9 a 4.

Últimas notícias
Comentários