fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stan Wawrinka, Viktor Troicki, Masters 1000 de Paris Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stan Wawrinka, Viktor Troicki, Masters 1000 de Paris Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stan Wawrinka, Viktor Troicki, Masters 1000 de Paris tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/1103_paris_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/1103_paris_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Wawrinka oscila, mas marca recorde pessoal no ano
05/11/2015 às 18h16
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/1103_paris_back_int.jpg" title="Suíço manteve tabu contra Troicki no circuito" />

Suíço manteve tabu contra Troicki no circuito

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - O suíço Stan Wawrinka confirmou o favoritismo em um jogo de altos e baixos contra o sérvio Viktor Troicki, avançando às quartas de final do Masters 1000 de Paris. O número 4 do mundo foi melhor nos momentos decisivos das duas parciais e bateu o 28º colocado pela quarta vez em quatro duelos, com parciais de 6/4 e 7/5, em 1h19.

A 52ª vitória do suíço no ano estabelece seu recorde pessoal em uma temporada, superando as 51 que totalizou há dois anos. Em 2015, Wawrinka acompanhou o sérvio Novak Djokovic como os únicos que fizeram ao menos quartas de final em todos os Grand Slam, tendo levantado o troféu de Roland Garros sobre o número 1.

Em Masters 1000, seu ano não teve muito brilho, mas caminha para um final positivo. Ele alcançou a semifinal em Roma e vem das quartas em Cincinnati e Xangai – e agora Paris.

O suíço havia derrotado Troicki há três semanas, em Xangai, e pode repetir mais um duelo que teve na China. Sua campanha terminou nas quartas de final, em uma atuação para esquecer diante do espanhol Rafael Nadal. Em Paris, o canhoto encerra as oitavas contra o sul-africano Kevin Anderson e se avançar mede forças com Wawrinka. O histórico é de 13 a 2 para Nadal e o 4º colocado está empatado com Anderson (4 a 4).

Wawrinka começou muito firme, agredindo de forehand e backhand para mandar nos pontos. Demonstrando certo cansaço pelo jogo de quase 3h da rodada anterior, Troicki demorou a entrar no jogo, mas se recuperou de uma quebra com três games seguidos e chegou a 4/4. Em seguida, o suíço emendou 14 pontos seguidos e teve dois break points para fazer 2/0 no segundo set e encaminhar a vitória.

O sérvio reagiu, manteve o serviço e contou com inúmeros erros do cabeça 4 para liderar por 4/2. No meio da segunda parcial, foi a vez de Wawrinka sofrer um “apagão”, perdendo 12 pontos consecutivos. Troicki desperdiçou duas chances de quebra em 4/2 e perdeu a vantagem no game seguinte, em que desistiu de bater um forehand para desafiar uma marcação e estava errado.

No break point, o suíço forçou um erro do rival na rede com um forehand pesado. Wawrinka passou pelo game mais longo do jogo em 5/5, salvando três break points, e Troicki sentiu o momento e não conseguiu forçar o tiebreak. 

Últimas notícias
Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis
ProSpin
Wilson
Raquete Mania
Paulistana