fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Esther Bueno, Esporte (ponto final) , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Esther Bueno, Esporte (ponto final) , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Esther Bueno, Esporte (ponto final) , tênis" />
Notícias | Top Spin
Maria Esther relembra façanha em Wimbledon
05/11/2015 às 09h33
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

São Paulo (SP) - O ESPORTE (ponto final), documentário sobre grandes momentos do esporte, está lançando nesta semana uma entrevista exclusiva com Maria Esther Bueno, lenda do tênis brasileiro. Ela conquistou o título individual por três vezes, em 1959, 1960 e 1964, e outros cinco de duplas, em 1958, 1960, 1963, 1965 e 1966. Além disso, fez as finais de simples de 1965 e 1966, atingido o vice de duplas de 1967. Neste vídeo, Maria Esther conta histórias de quando o tênis era amador e Wimbledon distribuía voucher de 15 libras como prêmio pelo título.  

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis