fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Cesar Kist, desenvolvimento, ITF Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Cesar Kist, desenvolvimento, ITF Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Cesar Kist, desenvolvimento, ITF tênis" />
Notícias | Outros
Cesar Kist assume importante cargo na ITF
07/05/2015 às 17h05
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

São Paulo (SP) – O tênis brasileiro tem a partir deste mês de maio mais uma importante representação internacional, com Cesar Kist assumindo o cargo de Oficial de Desenvolvimento do Tênis para a América do Sul na ITF (Federação Internacional de Tênis). 

Cesar Kist tem 50 anos, foi tenista profissional e atingiu o número 119 do mundo em simples e 79 de duplas no ranking da ATP, além de integrar a equipe brasileira da Copa Davis. Também foi técnico dos japoneses Goichi Motomura e Kyoko Nagatsuka, além de trabalhar no desenvolvimento de treinadores dentro da Confederação Brasileira (CBT) como coordenador de Capacitação da entidade. 

O brasileiro substituirá o chileno Miguel Miranda, que ocupou o cargo de 1996 a 2015 na ITF. Em sua nova responsabilidade, Kist terá como meta o desenvolvimento do tênis nos países da América do Sul para todos os segmentos, seguindo basicamente os três pilares abaixo: 

- Mais jogadores e pessoas jogando tênis com projetos de massificação, escolinhas de tênis e de treinamento nas escolas; 

- Melhorar o desenvolvimento de jogadores, com centros de treinamento, torneios juvenis, giras europeias, calendário de torneios e alto rendimento; 

- Capacitação dos profissionais que trabalham com tênis em todas as áreas, principalmente os técnicos. 

Kist será empossado no novo cargo na Assembleia Geral da Confederação Sul-Americana (Cosat), que acontece nesta sexta-feira e sábado, dias 8 e 9 de maio, em Buenos Aires, na Argentina, que reunirá os dirigentes de todas as federações nacionais da América do Sul. 

A nova atividade de Cesar Kist na ITF não encerra seu trabalho à frente do Departamento de Capacitação e Desenvolvimento da CBT. Ele vai conciliar as atividades dos dois cargos, o que é positivo para o tênis brasileiro, que no ano passado recebeu certificação ouro da ITF na capacitação de treinadores, válida até 2016. 

“É muito importante para o tênis brasileiro ter uma pessoa nesta função, trabalhando próximo às confederações e federações ligadas à Cosat”, finaliza Cesar Kist.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis