fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Yaroslava Shvedova, Niege Dias, Bogota, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Yaroslava Shvedova, Niege Dias, Bogota, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Yaroslava Shvedova, Niege Dias, Bogota, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/teliana/0419_bogota_trofeu_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/teliana/0419_bogota_trofeu_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Teliana ganha primeiro WTA nacional em 27 anos
19/04/2015 às 14h35
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/teliana/0419_bogota_trofeu_int.jpg" title="Teliana dispara para o 81º posto do ranking" />

Teliana dispara para o 81º posto do ranking

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Bogotá (Colômbia) - A pernambucana Teliana Pereira reescreveu mais uma página na história do tênis feminino brasileiro neste domingo, ao se tornar a primeira tenista nacional a conquistar um torneio de nível WTA em 27 anos. A jogadora de 26 anos e atual 130ª do mundo derrotou com autoridade a cazaque Yaroslava Shvedova, 75ª colocada, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-2) e 6/1.

A gaúcha Niege Dias havia sido a última brasileira a levantar um troféu de primeira linha do circuito internacional, ao vencer o WTA sobre o saibro de Barcelona, em abril de 1988. Isso aumenta os feitos de Teliana, que também já havia quebrado marcas como a primeira a atingir o top 100 e a primeira a disputar torneios de Grand Slam em mais de 20 anos.

Com a espetacular campanha, Teliana deverá atingir nesta segunda-feira o mais alto ranking de sua carreira, com o 81º posto, que também será o mais elevado de uma brasileira desde o 76º posto de Andrea Vieira, no final de 1989. A melhor marca pessoal de Pereira era o 87º lugar em 2013.

A trajetória de Teliana na altitude de Bogotá foi espetacular. Logo na estreia, tirou a campeã de Roland Garros de 2010, a experiente italiana Fracesca Schiavone. Depois de manter o favoritismo sobre Mandy Minella, tirou a especialista espanhola Lourdes Dominguez e na semifinal ganhou em sets diretos da ucraniana Elina Svitolina, número 27 do ranking. Tudo sem perder sets.

Teliana começou bem a partida deste domingo e abriu 2/0, mas viu a adversária reagir e virar para 3/2. As duas então entraram num momento de grande equilíbrio e foram para a definição no tiebreak. Assim como no sábado diante de Svitolina, a brasileira foi muito firme e agressiva, fechando com facilidade.

Isso aumentou a confiança da pernambucana e mexeu com a cabeça da adversária, que perdeu logo o primeiro game de serviço e passou a cometer erros. Com traquilidade e muita vibração, Pereira obteve outra quebra no terceiro game e daí em diante tomou conta definitiva das ações. Sentiu o natural nervosismo na hora de fechar, cedeu um game, porém controlou os nervos em seguida e fechou o placar, com direito ao cheque de US$ 43 mil, o maior de sua carreira.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
Loja genérico
Fisiotenis
Paulistana