fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Milos Raonic, Stanislas Wawrinka, Australian Open, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Milos Raonic, Stanislas Wawrinka, Australian Open, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Milos Raonic, Stanislas Wawrinka, Australian Open, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0128_ausopen_rebate_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0128_ausopen_rebate_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Djokovic vence sem sustos e reencontra Wawrinka
28/01/2015 às 08h38
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0128_ausopen_rebate_int.jpg" title="Djokovic não cedeu uma chance de quebra sequer" />

Djokovic não cedeu uma chance de quebra sequer

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - O potente saque do canadense Milos Raonic não foi suficiente para incomodar o sérvio Novak Djokovic no duelo entre os dois, nesta quarta-feira, pelas quartas de final do Australian Open. Mostrando mais uma vez sua grande forma, o número 1 do mundo não teve um break-point contra e triunfou em sets diretos, com o placar final de 7/6 (7-5), 6/4 e 6/2, após exatas duas horas partida.

Nas semifinais, Djokovic irá rever o suíço Stan Wawrinka, atual campeão em Melbourne e seu algoz na última edição do torneio. Em 2014, os dois mediram forças pelas quartas de final, protagonizando um jogo eletrizante de cinco sets, que quebrou a série de aparições do sérvio em semifinais de Grand Slam. O retrospecto entre os dois aponta favoritismo para ‘Nole’, que venceu 16 dos 19 duelos.

Também com histórico positivo diante de Raonic, o tenista de Belgrado manteve sua invencibilidade contra o rival anotando sua quinta vitória. Assim como fez nos outros quatro jogos no torneio, ele não cedeu sets ao canadense. A primeira parcial foi a mais equilibrada da partida e a única que Djokovic não conseguiu superar o saque do rival, fechando apenas no tiebreak.

No segundo set, o sérvio contou com uma quebra logo no primeiro game que o deixou em situação tranquila. Sem ter o saque ameaçado, o que foi uma tônica durante o jogo inteiro. Djokovic precisou apenas administrar a vantagem conseguida para ampliar a dianteira no marcador e ficar cada vez mais próximo da vaga nas semifinais do Australian Open.

O número 1 do mundo por pouco não abriu o terceiro set com nova quebra, perdendo um break-point no primeiro game. Só que depois disso, Raonic sofreu nos dois games seguintes de saque e em ambos acabou superado pelo sérvio. O canadense chegou a sacar pressionado em 5/1, quando finalmente voltou a confirmar, mas não fez muito mais do que isso e em seguida viu Djokovic selar a vitória.

Apesar de ter no saque sua principal arma, Raonic só levou a melhor nos aces, anotando 15 contra oito do sérvio, que colocou mais primeiras bolas em quadra (71% a 68%) e venceu mais pontos com o serviço no decorrer do confronto (85% contra 66%). Djokovic ainda deixou a quadra sem ter uma chance de quebra sequer contra si, aproveitando três dos 11 break-points que teve a seu favor.

Últimas notícias
Comentários