fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stanislas Wawrinka, Kei Nishikori, Novak Djokovic, Milos Raonic, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stanislas Wawrinka, Kei Nishikori, Novak Djokovic, Milos Raonic, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stanislas Wawrinka, Kei Nishikori, Novak Djokovic, Milos Raonic, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/0128_melbourne_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/0128_melbourne_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Wawrinka joga muito e não dá chance a Nishikori
28/01/2015 às 04h20
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/0128_melbourne_vibra_int.jpg" title="Wawrinka conseguiu revanche pela derrota em NY" />

Wawrinka conseguiu revanche pela derrota em NY

Foto: Site Oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Saques potentes, voleios precisos e um backhand calibradíssimo. Com essa combinação ficou difícil parar Stan Wawrinka nesta quarta-feira. Em 2h04 jogando um tênis de altíssimo nível, o suíço passou sem dificuldades pelo japonês Kei Nishikori. As parciais de 6/3, 6/4 e 7/6 (8-6) levam Wawrinka à semifinal da competição.

Além de levar a melhor pela terceira vez em quatro confrontos com Nishikori, Wawrinka conseguiu a revanche depois de cair para o japonês em cinco sets nas quartas do US Open. Depois de vencer o duelo entre os números 4 e 5 do mundo, Wawrinka pode encontrar Novak Djokovic pelo terceiro ano seguido em Melbourne. Para isso, é necessário que o líder do ranking também confirme seu favoritismo no duelo com Milos Raonic mais tarde.

Atual campeão, Wawrinka lidera o histórico contra Raonic por 3 a 0, mas soma apenas três vitórias em 19 jogos diante de Djokovic. A favor do suíço, pesa a vitória nas quartas de final do ano passado.

A convincente atuação desta quarta-feira começou a ser construída com uma quebra logo no quarto game. Wawrinka chegou a ter chances de fechar o set no nono game, com saque do rival, mas só abriu frente na sequência.

No segundo set, Wawrinka elevou ainda mais o nível e teve chances de tirar três games de saque de Nishikori. A única quebra foi obtida graças a ótimos ângulos abertos em bolas cruzadas com o backhand. Já no final do set, apareceu o Wawrinka de 2014, que disparou três ótimos saques quando foi pressionado, antes de fechar o set.

A vantagem no placar causou um relaxamento natural no suíço que perdeu o saque no começo do terceiro set, mas devolveu a quebra logo depois sem perder pontos. A partir de então, os dois tenistas vinham confirmando e a definição se deu no tiebreak. Wawrinka começou voando, com direito três aces, abriu 6-1, mas permitiu que Nishikori salvasse cinco match points. Com o placar empatado, Nishikori viu um drop shot morrer na rede, e apenas assistiu mais um ace do suíço finalizar a disputa.

Os números do jogo ratificam o alto nível apresentado por Wawrinka, que sofreu uma única quebra. Foram 20 aces contra apenas 6 de Nishikori. Nos winners, o dobro para o suíço, 46 a 23. Wawrinka ainda cometeu um número um pouco maior de erros não-forçados, em consequência de seu estilo agressivo, 34 a 11, e venceu 11 pontos em 13 subidas à rede.

Últimas notícias
Comentários