fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Gilles Muller, Milos Raonic, Australian Open, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Gilles Muller, Milos Raonic, Australian Open, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Gilles Muller, Milos Raonic, Australian Open, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0126_ausopen_estica_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0126_ausopen_estica_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Djokovic saca melhor que rival e vence em 3 sets
26/01/2015 às 11h00
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0126_ausopen_estica_int.jpg" title="Djokovic pode igualar Lendl e Agassi com nova vitória" />

Djokovic pode igualar Lendl e Agassi com nova vitória

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Nem mesmo o potente saque do experiente canhoto luxemburguês Gilles Muller foi capaz de parar o sérvio Novak Djokovic neste Australian Open. Vivendo grande fase em Melbourne, o número 1 do mundo mais uma vez deixou a quadra sem perder sets, derrubando o rival desta segunda-feira com o placar final de 6/4, 7/5 e 7/5, depois de 2h08 de confronto.

Pelas quartas de final, o líder do ranking terá como adversário outro duro sacador, o canadense Milos Raonic, que mais cedo precisou de cinco sets para superar o espanhol Feliciano López. Os dois já se enfrentaram em outras quatro oportunidades e em todas Djokovic ficou com o triunfo, perdendo apenas um set para o canadense, na semi de Roma no ano passado.

Apesar de jogar muito em função do saque, Muller não conseguiu incomodar o sérvio tanto com o fundamento, principalmente em função de colocar apenas 63% das primeiras bolas em quadra. Além disso, ele sequer conseguiu levar a melhor para cima de Djokovic nos aces, terminado o jogo com sete, ao passo que o tenista de Belgrado somou 13. Nos pontos de devolução, o luxemburguês também levou a pior, vencendo 23% contra 35% do número 1.

Os dois primeiros sets tiveram histórias parecidas, ambos com maior consistência do sérvio e sem chance alguma de quebra para Muller. No primeiro, Djokovic teve duas chances de quebra no sétimo game e aproveitou a segunda para abrir vantagem que manteve até o fim. Na segunda parcial, a solitária quebra demorou um pouco mais e só veio no 11º game.

Com confortável vantagem no placar, Djokovic por pouco já não quebrou o canhoto luxemburguês no terceiro game. Ele deu uma leve desconcentrada no sexto e por pouco não sofreu uma quebra, salvando os primeiros e únicos quatro break-points que teve contra. O sérvio bateu o saque de Muller no 5/5 e confirmou o serviço em seguida para selar o triunfo.

A vitória desta segunda-feira garantiu Djokovic pela 23ª seguida nas quartas de final em um Grand Slam, ficando atrás apenas do norte-americano Jimmy Connors (27) e do suíço Roger Federer (36). O sérvio também se aproximou de igualar o número de vitórias no Australian Open de duas lendas do tênis, Andre Agassi e Ivan Lendl, que somam 48 triunfos, um a mais do que o atual líder do ranking.

Últimas notícias
Comentários