fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Garbine Muguruza, Australian Open, Roland Garros, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Garbine Muguruza, Australian Open, Roland Garros, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Garbine Muguruza, Australian Open, Roland Garros, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/serena/0124_ausopen_aplaude_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/serena/0124_ausopen_aplaude_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Derrota para Muguruza abriu os olhos, diz Serena
24/01/2015 às 12h03
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/serena/0124_ausopen_aplaude_int.jpg" title="Serena tem uma vitória e uma derrota contra Muguruza" />

Serena tem uma vitória e uma derrota contra Muguruza

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Pela terceira vez na carreira, a norte-americana Serena Williams terá pela frente em uma chave de Grand Slam a espanhola Garbiñe Muguruza, contra quem já jogou no Australian Open de 2013 e em Roland Garros, no ano passado. No duelo mais recente entre as duas, a número 1 do mundo acabou levando a pior, mas apesar disso ela não lamenta a derrota sofrida no saibro parisiense.

Depois de superar a ucraniana Elina Svitolina de virada, Serena foi questionada se lembrada do último embate com Muguruza, sua próxima rival em Melbourne. “Lembro da derrota”, brincou a norte-americana, que depois emendou a parte séria. “Mas foi uma derrota boa, abriu os meus olhos para o que precisava trabalhar. Percebi que se não melhorasse ia continuar sendo a mesma coisa”.

Do outro lado, a espanhola também rememorou o triunfo e salientou que não terá moleza no reencontro. “Será mais um duro jogo. Claro que nas oitavas você vai ter pela frente uma adversária muito gabaritada. Preciso de muita concentração, não é nada novo. Aquele dia joguei muito bem, fiz o que meu treinador pediu e tudo foi perfeito. Foi assim que conseguir vencer. Por isso espero repetir tal feito no próximo jogo”, declarou.

Serena revelou não esquecer o dia incrível de Muguruza em Roland Garros. “Ela não cometia erros e acertava todos os forehands. Todas as bolas vinham de volta. Preciso estar pronta para tudo. Acredito que ela tem potencial para repetir isso e tenho que estar preparada”, destacou a número 1 do mundo, que enfrentará uma rival solta em quadra. “Sinto que não tenho nada a perder e não vejo pressão sobre mim. Gosto dos grandes jogos, das quadras principais”, disse a espanhola.

A norte-americana sabe que que precisará corrigir os começos lentos de jogo que a atrapalharam nos dois últimos jogos em Melbourne. “Não sei o porquê e preciso descobrir. Talvez antes da próxima partida eu faça um aquecimento maior ou mais intenso”, comentou a caçula das irmãs Williams.

Outro assunto abordado por Serena foi a eliminação prematura do suíço Roger Federer, que caiu na terceira rodada diante do italiano Andreas Seppi. “Fiquei triste, pois estava torcendo por Roger. Não acho que ele jogou tão mal e sim que Seppi foi bem demais”, comentou a norte-americana, que agora ficará na torcida pelo britânico Andy Murray.

Últimas notícias
Comentários