fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stanislas Wawrinka, Marius Copil, Jarkko Nieminen, Rafael Nadal, Tim SmyczekCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stanislas Wawrinka, Marius Copil, Jarkko Nieminen, Rafael Nadal, Tim SmyczekCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stanislas Wawrinka, Marius Copil, Jarkko Nieminen, Rafael Nadal, Tim Smyczektênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/0122_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/0122_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Wawrinka celebra vitória em 3 sets em jogo duro
22/01/2015 às 11h06
Publicidade
Publicidade
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/wawrinka/0122_int.jpg" title="Wawrinka encarou dois tiebreaks no duelo com Copil" />

Wawrinka encarou dois tiebreaks no duelo com Copil

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Não foi uma vitória fácil a segunda do suíço Stan Wawrinka nesta edição do Australian Open. O atual campeão teve trabalho para superar o romeno Marius Copil, nesta quinta-feira, mas mesmo assim conseguiu avançar sem deixar sets. Seu próximo adversário em Melbourne será o canhoto finlandês Jarkko Nieminen.

"Foi uma partida realmente dura, fico feliz de ter passado, principalmente por ser em três sets", comentou o número 4 do mundo, que destacou a mudança climática como fator negativo. "As condições não estavam boas, fazia muito calor. A quadra estava muito rápida e ele jogou muito bem, sacou muito e me colocou sob pressão", avaliou.

Para o suíço, o tempo quente por si só não foi um empecilho, mas sim as alterações que o clima mais quente trouxe para o jogo. "Não tenho problemas quando está quente, é apenas a mudança das condições da quadra, que fica mais rápida", comentou Wawrinka, que já esboçou um rascunho de seu próximo oponente no Melbourne Park.

"Ele é um adversário duro e canhoto. Adora jogar da linha de base e mantém o ritmo", declarou o quarto favorito. Até então, foram dois os embates entre ele e Nieminen, com um triunfo de cada lado. Wawrinka levou a melhor no primeiro embate, nas oitavas de final na Basileia (2009), e o finlandês deu o troco nas oitavas de Estocolmo (2011).

Sem querer comprar a sensação dos dois primeiros jogos neste Australian Open com a do ano passado, quando sagrou-se campeão do torneio, levantando pela primeira vez um Slam, o suíço sabe o que precisa para ter novo bom desempenho. "Se quiser ir longe no torneio tem que estar preparado para duas longas semanas e enfrentar altos e baixos nesse período" comentou.

"Estou feliz com o meu jogo. Vencer as duas primeiras partidas em três sets é muito bom, estou jogando um grande tênis", acrescentou Wawrinka, que também repercutiu a gentileza do norte-americano Tim Smiczek, que no fim do duelo com o espanhol Rafael Nadal.

Mesmo estando atrás do rival no quinto set, vendo Nadal sacar para o jogo, Smyczek lhe concedeu um primeiro serviço de volta, já quem um torcedor gritou no momento do saque. "Não sei o que faria. Depois de horas de jogo, não dá para saber o que vai passar pela cabeça", disse o suíço.

Últimas notícias
Comentários