fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Milos Raonic, Roger Federer, Wimbledon Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Milos Raonic, Roger Federer, Wimbledon Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Milos Raonic, Roger Federer, Wimbledon tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0702_wimbledon_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0702_wimbledon_fore_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Raonic desafia experiência e números de Federer
03/07/2014 às 18h17
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0702_wimbledon_fore_int.jpg" title="Federer pode ser o 3º finalista mais velho em Wimbledon" />

Federer pode ser o 3º finalista mais velho em Wimbledon

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Maior campeão de Grand Slam, sete vezes campeão de Wimbledon e jogador que mais tempo liderou o ranking. Estes são alguns dos principais predicados do suíço Roger Federer, que será o desafio que o canadense Milos Raonic terá na segunda semifinal desta sexta-feira no All England Club.

Apesar de todo o currículo do rival, Raonic não se assusta e o vê como mais um obstáculo para superar na caminhada para o sonho de conquistar seu primeiro Slam. Em sua primeira semi da carreira em um dos quatro principais torneios do circuito, o canadense terá que obter uma vitória inédita contra Federer, que venceu os quatro duelos anteriores entre eles.

Em todos estes jogos, porém, o canadense deu trabalho ao ex-número 1 do mundo, levou cinco sets para o tiebreak e conseguiu vencer duas vezes uma parcial. Em Grand Slam será a segunda vez que os dois se cruzam, repetindo o que aconteceu nas oitavas de final do Australian Open do ano passado, quando Federer avançou em três sets.

Raonic tenta seguir no embalo da compatriota Eugenie Bouchard, que se tornou a primeira canadense da história a alcançar uma final de Slam, para fazer igualmente história e ser o primeiro homem do país a ir tão longe. Atual 9 do mundo, ele vai ganhar três colocações com a atual campanha em Wimbledon e pode até chegar ao top 5 com um título.

Do outro lado, Federer quer impedir a 150ª vitória de Raonic, que pode se tornar o 100º finalista diferente em Slam, algo que tanto ele como o búlgaro Grigor Dimitrov, que joga a primeira semifinal do dia, perseguem. O suíço tem a seu favor um pesado histórico de sete títulos em Wimbledon em oito finais, além de outras 16 decisões de Slam.

Esta é a 35ª semifinal da carreira do ex-número 1 do mundo nos quatro principais torneios do circuito, um recorde com quatro a mais que o norte-americano Jimmy Connors. Se conseguir ampliar o número de finais, Federer será o terceiro mais velho a jogar pelo título no All England Club, com 32 anos em 332 dias. Atualmente ele é o quinto nessa lista, quando foi campeão em 2012 com 30 anos e 335 dias.

Outro número que joga a favor de Federe é que ele nunca perdeu uma semifinal em Wimbledon. O suíço, além de tudo, o segundo que mais venceu no torneio, com 72 triunfos e apenas oito derrotas. Mais que ele apenas Connors, que apesar dos 18 resultados negativos soma 84 vitórias.

Veja o retrospecto entre Federer e Raonic:

2012 - Masters 1000 de Indian Wells - sintético - terceira rodada - Federer 6/7(4) 6/2 6/4
2012 - Masters 1000 de Madrid -saibro - segunda rodada - Federer 4/6 7/5 7/6(4)
2012 - ATP 250 de Halle - quartas de final - Federer 6/7(4) 6/4 7/6(3)
2013 - Australian Open sintético - oitavas de final - Federer 6/4 7/6(4) 6/2

Últimas notícias
Comentários