fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Grigor Dimitrov, Wimbledon Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Grigor Dimitrov, Wimbledon Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Grigor Dimitrov, Wimbledon tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/murray/0630_wimb_backcareta_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/murray/0630_wimb_backcareta_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Murray lamenta início fraco e chances perdidas
02/07/2014 às 19h02
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/murray/0630_wimb_backcareta_int.jpg" title="Para Murray, início ruim deu confiança a Dimitrov" />

Para Murray, início ruim deu confiança a Dimitrov

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Eliminado nas quartas de final em Wimbledon, o britânico Andy Murray lamentou o mau início de partida e acredita que a vantagem obtida pelo búlgaro Grigor Dimitrov nos primeiros games do jogo foi de fundamental importância para que o número 13 do ranking pudesse jogar de maneira mais tranquila e manter-se à frente do placar até o final.

“Estou muito desapontado com a forma como eu comecei a partida. Senti que isso lhe deu confiança desde o início. É muito mais fácil para se acalmar quando estiver dois sets de vantagem. Não foi um grande dia”, avaliou o atual campeão do Grand Slam britânico, que ainda não havia sequer perdido um set ao longo do torneio.

Dimitrov comentou durante entrevista que havia sentido que Murray não estaria bem ainda durante o aquecimento dos tenistas. Apesar de negar que tenha sentido qualquer mau estar antes da partida realizada nesta quarta-feira, o britânico reconheceu o início abaixo de seu nível e lamentou não ter conseguido reverter o placar durante o segundo set.

Atrás no placar, Murray conseguiu devolver uma quebra diante do rival sair de alguns break-points e até levar a parcial até o tiebreak, antes de falhar em momentos importantes. “Eu me senti muito bem no aquecimento, mas tive um mau começo, essa foi a parte decepcionante. Eu não fui bom o suficiente. Houve tempo para reverter a situação, mas eu não aproveitei a minha oportunidade no segundo set”.

O mau desempenho apresentado em quadra, entretanto, não impediu Murray de tecer elogios ao jogo de Dimitrov. Vindo da conquista do título do ATP 250 de Queen’s, há três semanas, o búlgaro de 23 anos anotou sua décima vitória consecutiva em quadras de grama. “Ele jogou uma partida muito sólida, cometendo poucos erros e retornando muito bem. Todos os percentuais foram a seu favor. Eu só desejaria ter feito um jogo mais difícil para ele”.

Últimas notícias
Comentários