fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Grigor Dimitrov, Andy Murray, Novak Djokovic, Milos Raonic, Nick KyrgiosCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Grigor Dimitrov, Andy Murray, Novak Djokovic, Milos Raonic, Nick KyrgiosCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Grigor Dimitrov, Andy Murray, Novak Djokovic, Milos Raonic, Nick Kyrgiostênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/dimitrov/0702_wimb_comemora_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/dimitrov/0702_wimb_comemora_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Dimitrov: 'Queremos provar que estamos prontos'
02/07/2014 às 18h01
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/dimitrov/0702_wimb_comemora_int.jpg" title="Após bater Murray, Dimitrov faz semi contra Djokovic" />

Após bater Murray, Dimitrov faz semi contra Djokovic

Foto: Site Oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Após derrotar o britânico Andy Murray em Wimbledon e garantir vaga em sua primeira semifinal de Grand Slam, o búlgaro Grigor Dimitrov avaliou de maneira positiva as vitórias de tenistas da nova geração diante dos quatro principais nomes do circuito nos grandes eventos do calendário. “Queremos provar para os quatro melhores que estamos prontos e que queremos nos estabelecer”. disse Dimitrov que nas semifinais medirá forças com o principal cabeça de chave em Londres, o sérvio Novak Djokovic.

Na outra semifinal haverá mais um duelo de gerações entre o suíço Roger Federer, heptacampeão do torneio, e o canadense Milos Raonic. Além de Murray, o espanhol Rafael Nadal foi outra vitima de um adversário mais jovem, superado australiano Nick Kyrgios ainda na fase de oitavas de final em Wimbledon. “Este é um bom esforço de nossa parte e para isso temos que desafiá-los em todos os torneios possíveis”, acrescentou o búlgaro de 23 anos.

Apesar de a partida desta quarta-feira ter sido definida em sets diretos, Dimitrov negou que a vitória por 6/1, 7/6 (7-4) e 6/2 tenha sido um jogo fácil, e acredita que a boa vantagem obtida no início do jogo, aliada à consistência apresentada em momentos cruciais foram decisivos para sua classificação à próxima fase. “Eu não chamaria de fácil. Foi um jogo tenso, porque desde a primeira bola nós dois estávamos prontos para ganhar, mas eu abri vantagem sobre ele desde o início e isso me ajudou”, explicou Dimitrov.

“Estou animado e muito feliz que eu passei e por vencer em três sets. Nunca é fácil vir jogar contra Andy na frente de uma multidão como essa. Assim que começamos a aquecer, senti seu jogo não estava no nível mais alto e eu estava muito bem. Manter a vantagem durante o tiebreak foi crucial. Fui para o terceiro set muito positivo”.

Vindo da conquista do ATP 250 de Queen’s, há três semanas, Dimitrov chegou à sua décima vitória consecutiva em quadra de grama. O resultado não surpreende o número 11 do mundo, que prefere apostar no bom trabalho que tem feito ao longo da temporada. “É uma sensação muito boa, estou orgulhoso do que fiz. Não me surpreende, porque é algo que eu tenho trabalhado chegar a este nível e em um palco como esse”. 

Últimas notícias
Comentários