fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Stanislas Wawrinka, Sergiy Stakhovsky, Wimbledon, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Stanislas Wawrinka, Sergiy Stakhovsky, Wimbledon, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Stanislas Wawrinka, Sergiy Stakhovsky, Wimbledon, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0624_wim_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0624_wim_fore_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Federer destaca volta às vitórias após decepção
02/07/2014 às 15h41
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0624_wim_fore_int.jpg" title="Suíço se diz surpreso com derrota de Murray" />

Suíço se diz surpreso com derrota de Murray

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - O suíço Roger Federer comemorou a volta às semifinais de Wimbledon. Dono de sete títulos no Grand Slam britânico e acostumado à fazer ótimas campanhas no torneio, o suíço amargou uma eliminação precoce, ainda na segunda rodada em 2013, e por conta disso tem motivos de sobra para celebrar a boa participação no torneio.

“Estou feliz por voltar forte depois da decepção do ano passado. Saí realmente esvaziado daquela partida, por isso é ótimo estar de volta nas semifinais e ter a chance ir um ou dois passos adiante”, disse Federer, que no ano passado havia caído para o ucraniano Sergiy Stakhovsky.

Após a vitória no confronto suíço diante de Stan Wawrinka pelas quartas de final, Federer elogiou o bom ano do amigo e destacou a dificuldade de se jogar contra alguém que o conhece há tanto tempo no circuito.

“É difícil jogar contra um amigo, Stan esteve muito bem, especialmente nos dois primeiros sets, até que ele começou realmente a lutar contra o físico”, disse Federer, lembrando que Wawrinka fazia seu terceiro jogo em dias consecutivos.

“Ele estava batendo bem na bola, então eu tive que esperar a minha chance. Conhecemos o jogo um do outro muito bem e desejo-lhe as maiores felicidades para o resto da temporada, porque ele tem sido ótimo até agora este ano”.

Federer ainda afirma que ficou surpreso com a eliminação do britânico Andy Murray, atual campeão do torneio, que foi eliminado nas quartas pelo jovem búlgaro Grigor Dimitrov, também nesta quarta-feira. “É sempre uma surpresa quando um campeão é eliminado e isso coloca pressão sobre o resto de nós”, avaliou o suíço que agora aguarda o confronto entre o australiano Nick Kyrgios e o canadense Milos Raonic.

Últimas notícias
Comentários