fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Marin Cilic, Grigor Dimitrov, Rafael Nadal, WimbledonCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Marin Cilic, Grigor Dimitrov, Rafael Nadal, WimbledonCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Marin Cilic, Grigor Dimitrov, Rafael Nadal, Wimbledontênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/djokovic/0702_wimbledon_voleia_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/djokovic/0702_wimbledon_voleia_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Djokovic sofre, vai à semi e vê o nº 1 mais próximo
02/07/2014 às 13h04
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/djokovic/0702_wimbledon_voleia_int.jpg" title="Djokovic está na quinta semifinal seguida de Wimbledon" />

Djokovic está na quinta semifinal seguida de Wimbledon

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Desta vez, não foi nada fácil para o sérvio Novak Djokovic superar o 'freguês' Marin Cilic. Derrotado em todos os nove duelos anteriores, o croata chegou a liderar por 2 sets a 1, mas o cabeça 1 soube reagir. Com placar de 6/1, 3/6, 6/7 (4-7), 6/2 e 6/2, ele avançou pelo quinto ano consecutivo à semifinal de Wimbledon.

Com a queda de Rafael Nadal na véspera e auxiliado pela inesperada vitória do búlgaro Grigor Dimitrov sobre o atual campeão Andy Murray, Djokovic vê mais perto a chance do segundo título na grama sagrada e automaticamente da liderança do ranking. Seu retrospecto contra Dimitrov é favorável: três vitórias, duas no piso duro e uma no saibro de Roland Garros, e apenas uma derrota, no saibro de Madri.

Ao atingir sua 23ª semifinal de Slam, Djokovic iguala Nadal e o norte-americano Pete Sampras na quinta colocação dos tenistas de maior sucesso em Slam. Eles estão três atrás de Andre Agassi e a cinco de Ivan Lendl. A liderança é de Roger Federer, com 34, seguido pelas 31 de Jimmy Connors.

O sérvio no entanto está sem conquistas em torneios de nível Grand Slam desde o tetracampeonato no Australian Open do ano passado. Ele perdeu as finais de Wimbledon, US Open na última temporada e foi vice em Roland Garros e quartas de Melbourne em 2014.

O jogo contra Cilic parecia caminhar para mais uma vitória tranquila de Djokovic, quando ele dominou totalmente o primeiro set, num misto de bom aproveitamento do saque e uma série de erros do adversário, que não conseguia precisão no seu potente forehand. Mas Cilic conseguiu uma notável reação. Com uma quebra isolada no quarto game, manteve o serviço até fechar a série.

O terceiro set também esteve sempre mais perto do croata, que conseguiu nova quebra no 11º game e sacou para fechar a série. Cometeu o incrivel erro de tocar a rede num smash e permitiu que a decisão fosse ao tiebreak. Aí os dois cederam o saque pelo menos duas vezes até que Cilic enfim conservou o seu e passou a liderar o placar, algo que só havia feito duas vezes nos nove duelos anteriores.

Djokovic no entanto reagiu. Voltou a sacar bem e ficou consistentes nas trocas. Fez um quarto set tranquilo, favorecido por quebra precoce, e saiu já tirando o serviço do adversário na parcial decisiva, o que facilitou muito a caminhada. No sétimo game, confirmou sua supremacia e fechou a partida após esforço de 3h19.

Últimas notícias
Comentários