fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Lukas Rosol, Wimbledon, 20 segundos, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Lukas Rosol, Wimbledon, 20 segundos, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Lukas Rosol, Wimbledon, 20 segundos, tênis" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Federer quer menos demora entre os pontos
28/06/2014 às 08h29
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - O suíço Roger Federer se mostrou preocupado com a demora em geral entre os pontos. Para ele, uma solução à regra que impõe 20 segundos entre um ponto e outro é a introdução de um relógio em quadra que marque o tempo, deixando assim claro para os jogadores quanto tempo resta.

Depois de se garantir na terceira rodada de Wimbledon, o ex-número 1 o mundo revelou que o conselho da ATP está discutindo uma medida extrema, pois muitos jogadores estão abusando da regra dos 20 segundos nos Grand Slam. Federer teme que o tênis perca fãs se ficar muito lento.

“Não ficaria surpreso se isso acontecesse (colocar um relógio para marcar os 20 segundos). Você vê alguns caras que sempre extrapolam o tempo”, declarou o suíço, que poderá defender seu ponto de vista na próxima reunião do conselho. Os jogadores voltam a se reunir em agosto para discutir temas como este.

Quem também falou sobre o assunto foi o tcheco Lukas Rosol, que reclamou da demora específica do espanhol Rafael Nadal na derrota que sofreu para o número 1. “Acho que todos os jogadores deveriam ter o mesmo tempo entre os pontos. Mas os melhores sempre levam ias tempo do que os normais e ninguém lhes diz nada. Eu não sei por que”, declarou.

Comentários